Vale empenhou US$ 15 bilhões para o segmento
CI
Agronegócio

Vale empenhou US$ 15 bilhões para o segmento

Companhia pretende atingir, até 2015, um nível de extração de 3,4 milhões de t
Por:
O atual Projeto Carnalita (SE), da Vale, faz parte de um plano de investimento de US$ 15 bilhões, a ser executado em dez anos na área de fertilizantes. No caso, a companhia pretende atingir, até 2015, um nível de extração de 3,4 milhões de toneladas do minério ao ano. - É da Carnalita que se extrai o potássio, a matéria-prima mais rara, no Brasil, dentre as três que se utiliza na fabricação de adubos. "Esperamos ser o único produtor de potássio do Brasil", havia dito o então diretor de Operações de Fertilizantes da Vale, Marcelo Guimarães Fenelon.


"O aumento da população mundial irá aumentar a demanda de commodities para fertilizantes", afirmara o executivo, comentando o anúncio do investimento bilionário, no final do ano passado.

"Estamos investindo e desenvolvendo projetos na área, como Rio Colorado, na Argentina; Bayóvar II, no Peru; e Salitre, em Minas Gerais. Além disto, a Vale recebeu, em abril deste ano [2011], a Licença Prévia (LP) do Projeto Carnalita, em Sergipe, que será a maior planta de extração de potássio do Brasil quando entrar em operação", relatara o presidente da companhia, Murilo Ferreira.


A Vale Fertilizantes busca manter um crescimento anual de 3,4% até 2019.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.