Venda a conta-gotas

Agronegócio

Venda a conta-gotas

Do escritório, o agricultor acompanha pela internet a situação da soja no mercado norte-americano
Por:
307 acessos

É atento às cotações no Exterior, especialmente nos Estados Unidos, que o agricultor Lisandro Weber, de Coxilha, no norte do Estado, planeja o destino da produção de soja da empresa da família, a Sementes Weber. Até o início da semana, ele havia comercializado apenas 25% da produção da área de 1,2 mil hectares. O restante será vendido conforme os preços ofertados no mercado nas próximas semanas.

Do escritório, Weber acompanha pela internet a situação da soja no mercado norte-americano.

– Se eles tiverem uma queda na produção, podemos conseguir preços maiores aqui no país. Então, vamos vendendo aos poucos para conseguir manter uma média de valor – explica.

Esta média esperada por Weber é o preço que ele quer vender a saca de soja para conseguir ter lucro. A meta é conseguir de R$ 52 a R$ 54 pela saca. Mas para poder escolher a melhor época de vender, e assim conseguir melhores cotações, o agricultor tem uma estrutura moderna de armazenagem. Dos 25% negociados até agora, conseguiu vender a saca por R$ 50, R$ 51 e a R$ 50,40.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink