Vendas de fertilizantes em ritmo lento

Agronegócio

Vendas de fertilizantes em ritmo lento

No acumulado do ano já foram entregues cerca de 6,6 milhões de toneladas de fertilizantes, 27% menos quando comparado ao mesmo período do ano passado
Por:
210 acessos

A Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) divulgou recentemente os números referentes à venda, produção e importação de fertilizantes no Brasil.

Em maio, as vendas ao consumidor final totalizaram 1,385 milhão de toneladas, 28% a mais que em abril, mas cerca de 30% a menos que em maio de 2008. Em geral, nos meses de abril e maio a demanda por fertilizantes é menor.

No acumulado do ano já foram entregues cerca de 6,6 milhões de toneladas de fertilizantes, 27% menos quando comparado ao mesmo período do ano passado. À época foram vendidos aproximadamente 9,1 milhões de toneladas de fertilizantes.

As importações de fertilizantes registraram aumento de 36% em relação a abril, mas ainda mantêm-se abaixo dos patamares de 2008. Aos poucos as empresas retomam as importações para atender o mercado interno.

Por fim, a produção nacional ficou em 726 mil toneladas em maio. Os números são crescentes desde janeiro deste ano e já estão bem próximos dos valores verificados em 2008.

A previsão é que a venda de fertilizantes comece a se aquecer a partir de agosto, quando aumenta a procura para o plantio da próxima safra.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink