Vendas externas de ovos férteis tendem a recuar cerca de 10% no ano

Agronegócio

Vendas externas de ovos férteis tendem a recuar cerca de 10% no ano

As exportações brasileiras de ovos férteis apresentaram evolução positiva em relação ao mesmo mês do ano passado
Por:
725 acessos

Em setembro passado, pelo quarto mês consecutivo, as exportações brasileiras de ovos férteis apresentaram evolução positiva em relação ao mesmo mês do ano passado, já que o total exportado – 10,286 milhões de unidades – foi 7,11% superior ao de setembro de 2015.

Mas, outra vez, o desempenho positivo não decorre de recuperação das vendas e, sim, de um baixo volume de negócios no mesmo mês do ano anterior. Tanto que o volume acumulado nos nove primeiros meses do ano permanece quase 2,5% menor que o de idêntico período do ano anterior.

Como aponta o gráfico abaixo da tabela, o volume acumulado nos 12 meses encerrados em setembro de 2016 – quase 10% menor que o de idêntico período anterior – só não fica aquém, nos últimos seis anos, do que foi registrado entre outubro de 2012 e setembro de 2013. 

Como falta apenas um trimestre para o encerramento do ano, é resultado que tende a se manter em 2016.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink