Véspera de safra argentina de trigo paralisa vendas no País

Agronegócio

Véspera de safra argentina de trigo paralisa vendas no País

O trigo da safra velha argentina já vem entrando no País em pequenos volumes
Por: -Juan Velásquez
56 acessos

O mercado brasileiro de trigo está praticamente parado com a expectativa de chegada do trigo novo argentino dentro de duas ou três semanas. Agora o número de negócios caiu devido ao final do ano. O trigo do país vizinho deve chegar ao País por menos dos R$ R$ 500 cobrados na última semana na região de Maringá (PR).

Como a qualidade do trigo argentino é um pouco melhor, os poucos negócios que deveriam ocorrer agora no Brasil estão aguardando a chegada mais acentuada da concorrência. O trigo da safra velha argentina já vem entrando no País em pequenas quantidades.

"Além disso, a alta nos preços do trigo fez com que os moinhos antecipassem compras. A maior parte deles está hoje com estoques máximos", dia Rafael Gutterres, da equipe de analistas da consultoria Safras & Mercado. Segundo ele, os moinhos brasileiros arcaram com as despesas de armazenagem maior de trigo para se proteger da escalada de preços do trigo deste setembro deste ano.

No caso do moinho Manuel Dias Branco, um dos maiores do País, há estoques até março. A partir daí devem recomeçar os negócios por mais trigo, quando já teremos algum produto novo brasileiro entrando no mercado.

Essas nuances de preço no mercado interno não mudam com a tendência de alta do mercado mundial, dizem os analistas. Principalmente devido à entressafra do grão no hemisfério Sul até maio de 2007. Os preços do tsrigo têm potencial para subir para o maior preço de sua história até lá. O motivo são as quebras de safra em grandes produtores mundiais e consumo extra na China.

Nessa segunda-feira (18-12) em Chicago os preços do trigo encerraram em 494,75 centavos de dólar por bushel para o mês de maio. Baixa de 1,24%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink