Rio Doce

Voluntários protegem nascentes da bacia do Rio Doce

Os 60 voluntários plantaram 1.500 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica
Por:
26 acessos

Movimento ‘Todos pelo Rio Doce’ realizou primeira ação de proteção na bacia do Rio Doce, em parceria com o Instituto Terra

O movimento “Todos pelo Rio Doce” realizou sua primeira ação voluntária de proteção ambiental nos dias 28 e 29/10, em Linhares, no Espírito Santo. Os 60 voluntários plantaram 1.500 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. 

A atividade foi feita com o apoio de especialistas em proteção de nascentes, que explicaram e monitoraram o trabalho dos voluntários. Também foi realizado o cercamento de mais de 1.000 metros das áreas onde estão localizadas 5 nascentes do Rio Doce. Para a ação, o grupo se uniu ao Instituto Terra e contou ainda com o apoio de diversas empresas parceiras, além da autorização dos proprietários dos terrenos em que estão localizadas as nascentes.

O movimento é uma iniciativa da sociedade civil e aberto a todas as pessoas que quiserem participar. “Acreditamos que a mobilização da sociedade pode acelerar a recuperação do Rio Doce, que começa pela proteção das nascentes. Grandes ações voluntárias podem ajudar na conscientização das próximas gerações sobre a importância da conservação dos rios”, explica Theo Penedo, um dos idealizadores do movimento.

“É uma alegria para nós do Instituto Terra apoiar uma ação espontânea como essa. A responsabilidade pelo meio ambiente e pela recuperação de áreas degradadas é de toda a sociedade. Essa mobilização voluntária é um exemplo da diferença que a união em um trabalho bem coordenado pode realmente fazer. Precisamos que cada vez mais pessoas entendam que não podemos deixar apenas na responsabilidade dos governos a mudança que desejamos ter em nosso país”, disse Isabella Salton, diretora Executiva do Instituto Terra. 

A ONG ambiental Instituto Terra, que há quase duas décadas desenvolve ações de restauração ambiental na região do Vale do Rio Doce, incluindo a recuperação de nascentes, participou da iniciativa prestando assessoria técnica e doando os insumos necessários, como arame, grampos e mourões, para a construção das cercas ao redor dos olhos d’água.

O movimento “Todos pelo Rio Doce” pretende agora mobilizar 20 mil voluntários para, no dia 5 de junho de 2018, realizar uma força-tarefa de proteção a centenas de nascentes da Bacia do Rio Doce, e promover atividades educativas sobre preservação dos rios em escolas.

Para saber mais sobre a iniciativa e se inscrever na ação, acesse www.todospeloriodoce.com.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink