Votação do novo Código Florestal traz produtores rurais a Brasília
CI
Agronegócio

Votação do novo Código Florestal traz produtores rurais a Brasília

Agricultores e pecuaristas de regiões próximas ao DF já estão em Brasília
Por:
Agricultores e pecuaristas de regiões próximas ao DF já estão em Brasília para acompanhar a votação da proposta de atualização da legislação ambiental
 
rodutores rurais de regiões próximas ao Distrito Federal estão concentrados na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para acompanhar a votação do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 30/11, que atualiza o Código Florestal brasileiro. A análise da proposta, no plenário do Senado, acontecerá nesta terça-feira (6/12), em sessão deliberativa marcada para esta tarde. São esperados na capital federal cerca de 500 produtores, que assistirão a todo o debate em uma grande tenda montada em frente ao Congresso Nacional, para que todos possam torcer por uma legislação ambiental que dê aos agricultores e pecuaristas a segurança jurídica necessária para continuar produzindo alimentos, sem deixar de lado a preservação do meio ambiente, mantendo os 61% do território cobertos com vegetação nativa e 27,7% do Brasil ocupados com a atividade agropecuária.

O pecuarista Clarimundo Gonzaga de Menezes, do município de Caldas Novas (GO), que chegou a Brasília no início da tarde, é um exemplo da expectativa dos produtores rurais em relação ao novo Código Florestal. “Essa nova lei é um reconhecimento ao suor dado pelo produtor rural para abastecer a mesa do brasileiro. Os ambientalistas deviam reconhecer o duro que damos nas nossas fazendas, pois eles são parte do universo de pessoas que consomem o arroz, o feijão, o leite e a carne que produzimos”, salienta o produtor. Ele também defende uma nova lei para acabar com o abuso de autoridade dos fiscais dos órgãos ambientais. “Eles põem um colete e acham que são policiais, que podem prender todo mundo e sair aplicando multas em locais onde a lei é cumprida. Mas ninguém vai às cidades multar as pessoas por desmatamento. Os urbanos preservam muito menos do que os produtores rurais”, afirma.

Quem também prevê avanços no novo Código Florestal é Lucas Dotto, produtor de soja e milho em Luís Eduardo Magalhães (BA). Segundo ele, com uma legislação ambiental modernizada, os produtores rurais da sua região terão as áreas de produção regularizadas, mas também irão se comprometer com a preservação das áreas que já estão conservadas em suas propriedades. “A lei, se aprovada como vem sendo discutida, será boa para nós. Quem precisar, terá de se adaptar, mas ninguém vê problemas para correr atrás da regularização”, revela. Ele acrescenta que, quem estiver em dia com a nova legislação, terá segurança jurídica para produzir e comercializar sua lavoura, além de evitar as exorbitantes multas aplicadas pelos órgãos ambientais.

Os produtores rurais que estão em Brasília poderão acompanhar a votação em quatro televisores instalados na tenda montada pela CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), na Esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso. A votação será transmitida pela TV Senado. Muitos já vestiram suas camisetas em defesa da aprovação do novo Código Florestal e carregam bandeirolas com mensagens de apoio à atualização da legislação ambiental, além dos tradicionais chapéus, acessórios indispensáveis ao produtor rural. Neste momento, alguns senadores já fazem pronunciamento com manifestações em relação ao PLC 30. As discussões devem começar na tarde desta terça-feira e se estender pela noite. Se aprovado no Senado, o projeto retorna à Câmara, antes de seguir para sanção presidencial.
?
Detect language » Portuguese


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.