Zoneamento agrícola traz níveis de risco de plantio mais detalhados

Agronegócio

Zoneamento agrícola traz níveis de risco de plantio mais detalhados

Novidade possibilita tomada de decisões mais confiáveis por parte de produtores, agentes financeiros, seguradoras e governo
Por:
2288 acessos

Novidade possibilita tomada de decisões mais confiáveis por parte de produtores, agentes financeiros, seguradoras e governo

Os estados do Acre, do Maranhão, do Pará, do Piauí e do Tocantins passaram a ser contemplados com Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para a cultura do Milho 2ª safra (Safrinha), em portarias publicadas nesta sexta-feira pelo Ministério da  Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Nas portarias  (nºs 221, 222, 223, 224, 225) estão previstos os graus de risco climático para o plantio do produto no primeiro semestre de 2017, incluindo estados já contemplados pelo zoneamento. É a primeira vez em 20 anos que os resultados são apresentados em níveis de risco climático mais detalhados.

A novidade permite que os produtores rurais, agentes financeiros, seguradoras e o próprio governo federal incluam a gestão do risco climático mais confiável em suas decisões. Além do percentual de 20%, o menor nível de risco apurado, foram acrescentados pela Secretaria de Política Agrícola do Mapa os níveis de maior risco para o resultado da produção, de 30% e de 40%.

Também foi publicada a portaria de zoneamento para o arroz e o feijão Caupi, em Roraima. Com essas publicações, mais as portarias de soja e de milho do início de 2016, o estado passa a contar com quatro culturas contempladas.  Até o início do ano, Roraima não possuía nenhum estudo de zoneamento.  

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático é um instrumento para auxiliar a gestão de riscos na agricultura. O estudo tem como objetivo reduzir os riscos relacionados aos fenômenos climáticos adversos, já que permite ao produtor identificar o melhor período de semeadura das lavouras, nos diferentes tipos de solo e ciclos de cultivares. Acesse no link as portarias: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=43&data=09/12/2016


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink