Mancha das folhas (Isariopsis clavispora)

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI

Mancha das folhas

(Isariopsis clavispora)

Culturas Afetadas: Uva

A mancha da folha é uma doença de ocorrência muito comum, principalmente em videiras mal cuidadas. O aparecimento da doença é mais freqüente no final do ciclo vegetativo da planta, em cultivares americanos ou híbridos. O principal dano decorrente do ataque do patógeno é a queda prematura de folhas, que provoca enfraquecimento da planta e redução de produção no ano seguinte.

Danos: O principal sintoma da doença, como o nome sugere, são manchas irregulares a angulares no limbo foliar, de 2 mm a 1 cm de diâmetro, com bordos bem definidos. Inicialmente, as manchas apresentam coloração avermelhada, passando a pardo-escura e preta. Freqüentemente, observa-se ao redor das manchas um halo amarelo-esverdeado. Na face inferior das folhas, quando o fungo frutifica, a mancha torna-se verde-olivácea.

Controle: Os tratamentos efetuados contra a antracnose e o míldio são suficientes para controlar esta doença. Havendo, no entanto, aparecimento de sintomas severos, pode-se pulverizar as plantas com fungicidas curativos e protetores. As variedades européias (Vitis vinifera) são resistentes ao patógeno.