Cupim ou (Heterotermes tenuis)

Cupim

(Heterotermes tenuis)

Culturas Afetadas: Cana-de-açúcar, Cana-de-açúcar (logo após plantio), Cana-de-açúcar (Planta), Cana-de-açúcar (Soca), Sorgo

Esta espécie de cupim ataca principalmente a cana-de-açúcar.

Danos:  O ataque causa danos nos toletes usados como semente logo após o plantio, com a destruição das gemas, redução dos tecidos de reserva dos toletes e ataque às raízes primárias emitidas na região do nó, ocasionando falhas na brotação.A partir do início do desenvolvimento da cana ocorrem danos às raízes, touceiras e colmos em crescimento até a fase de maturação, quando os cupins penetram nos colmos, provocando secamento. Após o corte verifica-se dano nas soqueiras e nos internódios basais dos colmos da safra anterior, causando morte dos brotos e perfilhos e falhas nas soqueiras nos sucessivos cortes. Esses prejuízos causam perda média estimada em 10 toneladas de cana por hectare a cada colheita.

Controle: Em função do hábito subterrâneo de Heterotermes tenuis e pela difícil localização do seu ninho torna-se muito problemático o controle, sendo necessário o uso de inseticidas de alto poder residual. Tradicionalmente eram utilizados os organoclorados no controle químico da praga, que foram proibidos a partir de 1985. As moléculas modernas com ação cupinicida não apresentam eficiência equivalente à dos organoclorados no controle dos cupins subterrâneos. A partir de 1994 foram registrados novos ingredientes ativos, que apresentam boa eficiência e período residual suficiente para serem utilizados dentro da estratégia de barreira química, além de causarem menor impacto ambiental.

Fotos

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente
Mostrando 1 até 12 de 61