Lagarta da maçã ou (Heliothis virescens)

Lagarta da maçã

(Heliothis virescens)

Culturas Afetadas: Algodão, Ervilha, Fumo, Soja, Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Sinônimo: Chloridea virescens

Praga de especial importância econômica para a cultura do algodão, atacando os botões e as maçãs. É comum a sua ocorrência em áreas de cultivo do algodão na região noroeste de São Paulo e em Goiás. Outras culturas em que essa praga tem ocorrência: abóbora, berinjela, cana-de-açúcar, ervilha, feijão, fumo, milho, pimentão, tomate e trigo.

Danos: O período de maior ataque da praga ocorre entre 70 e 120 dias de idade da planta, e a mariposa oviposita mais na fase de lua nova, quando as noite são mais escuras.

Controle: O nível de controle é variável: no início da floração, a planta pode suportar até 25% de botões florais danificados. Após o aparecimento das primeiras maçãs, o nível de controle deve ser reduzido para 10% de plantas com lagarta. 

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente
Mostrando 1 até 12 de 122