Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


Bula Bactel

CI
Bacillus amyloliquefaciens isolado CBMAI 1301
22620
Dillon

Composição

Bacillus amyloliquefaciens isolado CBMAI 1301 0,0032 g/L

Classificação

Terrestre/Aérea
Fungicida microbiológico
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Fungicida microbiológico

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Dosagem Calda Terrestre
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose)

Tipo: Frasco
Material: Plástico
Capacidade: 250 mL a 2,0 L

Tipo: Bombona
Material: Plástico
Capacidade: 5 L a 1000 L.

INSTRUÇÕES DE USO DO PRODUTO

BACTEL® é indicado para controle da praga Colletotrichum lindemuthianum (antracnose), cuja eficiência foi comprovada para a cultura do feijão, e Colletotrichum gloeosporioides (antracnose), cuja eficiência foi comprovada para a cultura do pimentão. BACTEL® pode ser aplicado em qualquer cultura com ocorrência dos alvos biológicos.
MODO DE APLICAÇÃO

Utilizar os equipamentos de proteção individual (EPI’s) recomendados para o preparo da calda e aplicação do produto. A escolha dos equipamentos de aplicação deve ser adequada a fim de proporcionar uma cobertura uniforme das culturas tomando-se o cuidado de evitar a deriva e perdas do produto por evaporação. BACTEL® deve ser aplicado na forma líquida, por meio de pulverizadores de barra (tratorizados) e costal (manual ou motorizado), ou por meio de aeronaves.

Aplicação Terrestre

pode ser realizado através de pulverizadores costais (manuais ou motorizados) ou tratorizado, equipados com pontas capazes de reduzir a perda por deriva e promover uma cobertura homogênea sobre a cultura.

Aplicação Aérea

recomenda-se a aplicação por meio de aeronaves agrícolas equipadas com pontas apropriadas para o tipo de aplicação (conforme recomendações do fabricante), utilizando um volume de calda entre 30 a 50 L/ha. É indicado o fechamento de bicos nas pontas das asas para evitar perdas por influência dos vórtices. Evitar aplicações com velocidade do vento inferior a 3 Km/h devido ao fenômeno da inversão térmica. Recomenda-se aplicar nas horas mais frescas do dia, preferencialmente no início da manhã ou final da tarde. Condições climáticas recomendadas durante a pulverização:
- Umidade relativa do ar acima de 55%;
- Temperatura abaixo de 37ºC;
- Velocidade do vento entre 3 a 10 Km/h.
Preparo da calda: Antes de iniciar o preparo da calda, limpar muito bem o tanque/bicos de pulverização para eliminar possíveis resíduos de inseticidas, herbicidas ou fungicidas químicos, que possam danificar o ingrediente ativo biológico. A diluição de BACTEL® deve ser realizada preenchendo-se cerca de 2/3 do volume total do tanque com água, de acordo com o volume de calda calculado para aplicação. Após, a quantidade pré-determinada do produto é adicionada ao tanque. O tanque é preenchido com o volume restante de água, até o volume necessário para a calda que se deseja preparar. A calda deve permanecer em agitação para homogeneidade do ingrediente ativo.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Intervalo de segurança não determinado em função da não necessidade de estipular o Limite Máximo de Resíduos (LMR) para este ingrediente ativo.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados para o uso durante a aplicação.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Recomenda-se, de maneira geral, o manejo integrado de doenças envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle. O uso de sementes sadias, rotação de culturas, época adequada de semeadura, adubação equilibrada, fungicidas, manejo da irrigação e outros, visam o melhor equilíbrio do sistema.

Não existem informações sobre o desenvolvimento de resistência de Bacillus amyloliquefaciens, isolado CBMAI 1301.