Bula BIO BACTERIOPHORA - Bio Controle

Bula BIO BACTERIOPHORA

Heterorhabditis bacteriophora, cepa ENO1
35519
Bio Controle

Composição

Heterorhabditis bacteriophora cepa EN01 100 g/kg

Classificação

Agente Biológico de Controle
Não Classificado
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Agente biológico de controle

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Conotrachelus humeropictus (Broca dos frutos)
Diabrotica speciosa (larva alfinete) (Larva alfinete)
Sphenophorus levis (Bicudo da cana de açúcar)

Tipo: Sachê
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Saco
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado.
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Caixa
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Cartucho
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Sachê
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas
Tipo: Saco
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas
Tipo: Caixa
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas
Tipo: Cartucho
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas

INSTRUÇÕES DE USO
Sempre acompanhar as condições ambientais quando aplicar BIO BACTERIOPHORA. Recomenda-se realizar as aplicações no final da tarde ou início da manhã, quando os insetos estão sedentários, a temperatura moderada e a umidade alta. Dias nublados e chuvosos são ideais para a aplicação do produto. Para a escolha da dose a ser utilizada deve-se considerar o nível de infestação e o histórico do local, adotandose a maior dose em alta infestação.

MODO DE APLICAÇÃO

Aplicação com jato direcionado ao solo. A dose recomendada deve ser diluída em água e aplicada na forma de pulverização com qualquer tipo de equipamento terrestre. Para preparar a calda, despejar o produto sobre a água, agitando lentamente até a formação de uma calda homogênea, mantendo-a sob constante agitação.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não determinado em função da não necessidade de estipular o limite máximo de resíduo (LMR) para este ingrediente ativo.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Sem restrições.

LIMITAÇÕES DE USO

Não determinado.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de insetos (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado.

Qualquer agente de controle de pragas poderá ficar menos efetivo ao longo do tempo se o inseto-alvo desenvolver algum mecanismo de resistência. É possível prolongar a vida útil dos produtos implementando as seguintes estratégias de manejo de resistência aos inseticidas (MRI):
a) Qualquer produto para controle de inseto pertencente a mesma classe ou mecanismo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga;
b) Utilizar somente as doses recomendadas na bula;
c) Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o manejo de resistência de inseticidas (MRI). Para informações adicionais sobre resistência de insetos, mecanismos de ação e monitoramento de resistência, visite o site do IRAC (Insecticide Resistance Action Committee): http://www.irac-br.org.br.