Bula BIO BACTERIOPHORA - Bio Controle

Bula BIO BACTERIOPHORA

Heterorhabditis bacteriophora, cepa ENO1
35519
Bio Controle

Composição

Heterorhabditis bacteriophora cepa EN01 100 g/kg

Classificação

Terrestre
Agente Biológico de Controle
Não Classificado
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Agente biológico de controle

Tipo: Sachê
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Saco
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado.
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Caixa
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Cartucho
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 5.700 gramas
Tipo: Sachê
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas
Tipo: Saco
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas
Tipo: Caixa
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas
Tipo: Cartucho
Material: Alumínio, Fibra celulósica, Fibra celulósica com bolsa plástica interna, Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio, Plástico, Plástico aluminizado e/ou Plástico metalizado
Capacidade: 28,5 a 285.000 gramas

INSTRUÇÕES DE USO
Sempre acompanhar as condições ambientais quando aplicar BIO BACTERIOPHORA. Recomenda-se realizar as aplicações no final da tarde ou início da manhã, quando os insetos estão sedentários, a temperatura moderada e a umidade alta. Dias nublados e chuvosos são ideais para a aplicação do produto. Para a escolha da dose a ser utilizada deve-se considerar o nível de infestação e o histórico do local, adotandose a maior dose em alta infestação.

MODO DE APLICAÇÃO

Aplicação com jato direcionado ao solo. A dose recomendada deve ser diluída em água e aplicada na forma de pulverização com qualquer tipo de equipamento terrestre. Para preparar a calda, despejar o produto sobre a água, agitando lentamente até a formação de uma calda homogênea, mantendo-a sob constante agitação.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não determinado em função da não necessidade de estipular o limite máximo de resíduo (LMR) para este ingrediente ativo.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Sem restrições.

LIMITAÇÕES DE USO

Não determinado.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de insetos (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado.

Qualquer agente de controle de pragas poderá ficar menos efetivo ao longo do tempo se o inseto-alvo desenvolver algum mecanismo de resistência. É possível prolongar a vida útil dos produtos implementando as seguintes estratégias de manejo de resistência aos inseticidas (MRI):
a) Qualquer produto para controle de inseto pertencente a mesma classe ou mecanismo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga;
b) Utilizar somente as doses recomendadas na bula;
c) Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o manejo de resistência de inseticidas (MRI). Para informações adicionais sobre resistência de insetos, mecanismos de ação e monitoramento de resistência, visite o site do IRAC (Insecticide Resistance Action Committee): http://www.irac-br.org.br.