Bula Entomite - Koppert

Bula Entomite

Stratiolaelaps scimitus
32417
Koppert

Composição

Stratiolaelaps scimitus 200 Predadores/m²
Stratiolaelaps scimitus 5000 ácaros / frasco

Classificação

Terrestre
Agente Biológico de Controle, Inseticida biológico
Não Classificado
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Ácaros vivos
Inseticida biológico, Agente biológico de controle

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Bradysia matogrossensis (Moscas-dos-fungos)

INSTRUÇÕES DE USO

ENTOMITE (Stratiolaelaps scimitus) é um agente biológico de controle utilizado no controle da Bradysia matogrossensis (fungus gnats) em todas as culturas com ocorrência do alvo biológico.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

Devem ser liberados 200 ácaros predadores/m² diretamente no substrato de produção, em única aplicação, logo o plantio das mudas. Eficiência agronômica comprovada para o cultivo protegido de azaléias. Devem ser liberados 5000 ácaros predadores/m2 de superfície exposta do substrato de produção, em única aplicação, no momento da “cobertura” do substrato inoculado. Eficiência agronômica comprovada para o cultivo cogumelos champignon Agaricus bisporus em sacos de polietileno em câmaras climatizadas.

MODO/ EQUIPAMENTO DE APLICAÇÃO

Ao receber os cilindros recomenda-se que os mesmos sejam agitados gentilmente, promovendo a homogeneização dos ácaros predadores ao conteúdo inerte. Em seguida, seu conteúdo deve ser liberado manualmente sobre o solo (substrato) utilizando a dose adequada ao nível de infestação da praga.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não se aplica para o caso de agentes biológicos de controle (organismos vivos).

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NA CULTURA E ÁREAS TRATADAS

Não se aplica para o caso de agentes biológicos de controle (organismos vivos).

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir na sistemática de inspeção ou monitoramento e controle de pragas, quando a infestação atingir o limite de prejuízo econômico, outros métodos de controle de pragas (Ex. controle cultural, biológico, rotação de inseticidas, acaricidas, etc.) visando o programa de Manejo Integrado de Doenças.

O inseto não desenvolve resistência.