Bula Methamax EC - Novozymes
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,090 (1,09%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,09%)

Bula Methamax EC

Metarhizium anisopliae
10711
Novozymes

Composição

Metarhizium anisopliae 25 g/L

Classificação

Terrestre/Aérea
Inseticida microbiológico
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Concentrado Emulsionável (EC)
Contato

Cana-de-açúcar

Calda Terrestre Dosagem
Mahanarva fimbriolata (Cigarrinha das raízes)

Garrafa de plástico - 1L
Bombona de plástico - 5L

INSTRUÇÕES DE USO

Culturas:
METHAMAX EC é um inseticida de contato, indicado via aplicação foliar para o controle da praga cigarrinha-das-raízes (Mahanarva fimbriolata). Produto com eficiência agronômica comprovada na cultura de cana-de-açúcar, podendo ser utilizado em qualquer cultura com ocorrência do alvo biológico.

MODO DE APLICAÇÃO

A correta aplicação de METHAMAX EC é dependente do constante monitoramento da presença de ninfas da praga no campo. Assim, recomenda-se iniciar o monitoramento no início do período de chuvas, o qual está intimamente ligado ao aparecimento da praga. A amostragem para o início das aplicações deverá ser feita da seguinte forma:
Fazer a contagem das ninfas em 5 pontos distintos por hectare. Cada ponto deve ter o tamanho de 1 m linear de amostragem. Ao coletar os pontos dentro de um hectare, andar em ziguezague, de forma a cobrir totalmente a área de aplicação na amostragem. Aplicar o produto quando a média de ninfas encontrada, nos 5 pontos de coleta, for maior que 2 ninfas por metro linear.
O produto METHAMAX EC deve ser diluído em água e aplicado sob as seguintes condições:
- Temperatura ambiente: máximo 30ºC
- Umidade relativa do ar: mínimo 60%
- Velocidade do vento: máximo 7 km/h
A calda deve permanecer em agitação constante para homogeneidade do ingrediente ativo. Limpar muito bem o tanque/bicos de pulverização para eliminar resíduos de inseticidas, herbicidas ou fungicidas químicos, que possam danificar o ingrediente ativo biológico.
A aplicação pode ser terrestre ou aérea.

Aplicação terrestre:
Deve ser realizado por meio de pulverizadores de barra (tratorizado) ou costal (manual ou motorizado), como jato de pulverização dirigido para as bases das touceiras das plantas, onde se concentra a população de ninfas (espuma). Dar preferência aos bicos do tipo cone, que definam um tamanho de gota entre 100 – 300 µm, com uma pressão de trabalho entre 80 – 100 psi. A aplicação deverá ser feita de forme a cobrir a área de maneira uniforme, evitando o escorrimento excessivo, utilizando um volume de calda de 150-250L/ha.

Aplicação aérea:
Utilizar aeronaves agrícolas equipadas com atomizadores de tela rotativa (Micronair). Deve-se adequar o equipamento para trabalhar com um volume de calda de 50 L/há e um tamanho de gota de 100 a 200 micra. A aplicação deverá ser feita de forma a cobrir a área de maneira uniforme, sendo a altura de voo de 2 a 4 metros e a largura da faixa de aplicação de 15 metros.
As condições acima descritas estão baseadas nos modelos de aeronaves Ipanema, Pawnne e Agwagon. Para adaptações ou outros modelos, consultar um responsável técnico/Engenheiro Agrônomo, tomando-se o cuidado de sempre evitar a deriva e perda do produto por evaporação.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Intervalo de segurança não determinado.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre no local de aplicação do produto até o término do período de tratamento recomendado.

LIMITAÇÕES DE USO

Recomenda-se aplicar nas horas mais frescas do dia, preferencialmente no início da manhã ou final da tarde, ou ainda no início da noite, escolhendo os locais com alta população do inseto. Não aplicar sob vento forte. Nessas condições a exposição dos conídios (esporos) do fungo à radiação UV do sol é menor. O produto não é fitotóxico quando aplicado nas doses e época recomendadas.
Para beneficiar a atuação do METHAMAX EC, protegendo o inóculo dos fatores climáticos e melhorando as condições microclimáticas, são recomendadas as seguintes práticas culturais:
- Após a aplicação evitar a prática de limpeza mecânica ou química de plantas daninhas, pois quando intensamente praticadas diminuem o inóculo;
- Conservar o produto em geladeira ou em lugar fresco e arejado, nunca deixar o produto exposto ao sol.
- Lavar bem o pulverizador antes de usá-lo ou de preferência utilizar um novo, sem resíduos de agroquímicos;
- Iniciar a pulverização logo após o preparo da calda, nunca deixar a calda pronta para aplicar no outro dia;
- Não aplicar em período de chuvas intensas

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Recomenda-se, de maneira geral, o manejo integrado de pragas, envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle, como o controle cultural, controle biológico (predadores e parasitóides), controle microbiano, controle por comportamento, variedades resistentes e controle químico, sempre alternando produtos de diferentes grupos químicos com mecanismo de ação distinto.

A resistência de pragas a agrotóxicos ou qualquer outro agente de controle pode tornar-se um problema econômico, ou seja, fracassos no controle da praga podem ser observados devido à resistência.
O uso repetido do METHAMAX EC ou de outro produto do mesmo grupo pode aumentar o risco de desenvolvimento de populações resistentes em algumas culturas.
Para manter a eficácia e longevidade do METHAMAX EC como uma ferramenta útil de manejo de pragas agrícolas, é necessário seguir as seguintes estratégias que podem prevenir, retardar ou reverter a evolução da resistência:
Adotar as práticas de manejo a inseticidas, tais como:
- Rotacionar produtos com mecanismo de ação distinto. Sempre rotacionar com produtos de mecanismo de ação efetivos para a praga alvo.
- Aplicações sucessivas de METHAMAX EC podem ser feitas desde que o período residual total do “intervalo de aplicações” não exceda o período de uma geração da praga-alvo.
- Seguir as recomendações de bula quanto ao número máximo de aplicações permitidas.
- Respeitar o intervalo de aplicação para a reutilização do METHAMAX EC ou outros produtos quando for necessário;
- Sempre que possível, realizar as aplicações direcionadas às fases mais suscetíveis das pragas a serem controladas;
- Adotar outras táticas de controle, previstas no Manejo Integrado de Pragas (MIP) como rotação de culturas, controle biológico, controle por comportamento etc., sempre que disponível e apropriado;
- Utilizar as recomendações e da modalidade de aplicação de acordo com a bula do produto;
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e para a orientação técnica na aplicação de inseticidas;
- Informações sobre possíveis casos de resistência em insetos e ácaros devem ser encaminhados para o IRAC-BR (www.irac-br.org.br), ou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (www.agricultura.gov.br).