Bula Perflan 800 BR

acessos
Tebutiurom
1794
Dow AgroSciences

Composição

Tebutiurom 800 g/kg Uréia

Classificação

Herbicida
III - Medianamente tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Seletivo, Sistêmico
Cana-de-açúcar Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Capim colonião
(Panicum maximum)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Corda de viola
(Ipomoea aristolochiaefolia)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
0,5 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Malva branca
(Sida cordifolia)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Picão preto
(Bidens pilosa)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
0,6 a 1,5 L p.c./ha 400 a 800 L de calda/ha 30 a 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Pré-emergência das plantas infestantes

Sacos de papel multifolhado ou de plástico, contendo 1 Kg de produto e, embalagens plásticas de 1 kg contendo 4 invólucros de polivinil álcool (plástico hidrossolúvel) com 250 gramas de produto cada.

INSTRUÇÕES DE USO DO PRODUTO: CULTURAS INDICADAS: PERFLAN* 800 BR é um herbicida seletivo, aplicado no solo, em pré - emergência, para o controle de plantas daninhas de folhas estreitas e de folhas largas que se propagam por sementes, na cultura da cana-de-açúcar.

CULTURA, TEXTURA DO SOLO, DOSE (kg/ha): Cana-de-açúcar (cana-planta e cana-soca): textura arenosa: 1,0-1,2 kg/ha; textura areno-argilosa: 1,2-1,5 kg/ha; textura argilosa: 1,5 kg/ha. Aplicações seguintes: cana-soca: textura arenosa: 0,6-0,8 kg/ha; textura areno-argilosa: 0,8-1,0 kg/ha; textura argilosa: 1,0-1,2 kg/ha. OBS. A variedade CB 45-3 é susceptível somente quando plantada em solo arenoso.

INÍCIO, NÚMERO E ÉPOCAS OU INTERVALOS DAS APLICAÇÕES: PERFLAN* 800 BR proporciona eficiente controle das plantas daninhas quando aplicado em pré - emergência às invasoras, em pós - plantio, quando se tratar de cana-planta ou, após o corte da cana, quando se tratar de controle de plantas daninhas em cana-soca. Cultivos mecânicos não interferem na atividade herbicida de PERFLAN* 800 BR e devem ser efetuados de acordo com as necessidades da cultura, após a ocorrência de chuvas. Culturas intercalares ou rotação de cana-de-açúcar com outras culturas não devem ser praticadas dentro de 24 meses após a última aplicação de PERFLAN* 800 BR. As doses consideradas nas aplicações seguintes são referentes às reaplicações de PERFLAN* 800 BR para cana-soca, que se segue imediatamente à cana-planta ou a cana-soca que se segue àquela que recebeu a primeira aplicação. Se a primeira aplicação de PERFLAN* 800 BR for realizada em cana-planta, e a primeira cana-soca não for tratada com PERFLAN* 800 BR, mas sim a segunda cana-soca, é recomendado seguir as instruções acima como se fosse a primeira aplicação, no que diz respeito às doses recomendadas. Aplicando-se conforme as doses previstas anteriormente, utilizar 400 a 800 litros de água por hectare.

MODO DE APLICAÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO: Antes da pulverização, calibrar o equipamento de aplicação para determinar a quantidade de água necessária para cobrir uniformemente a área a ser tratada; adicionar a dose recomendada de PERFLAN* 800 BR previamente misturada no tanque, completando-o com água limpa. PERFLAN* 800 BR deve ser mantido em suspensão constante por uma agitação continua. A agitação pode ser por meios mecânicos ou hidráulicos, se for utilizada agitação por retorno ao tanque do pulverizador, esta deve terminar no fundo do mesmo para atenuar a formação de espuma. Usar pulverizador de barra fixa, calibrado adequadamente para assegurar uma pulverização uniforme sob uma velocidade constante. Para tratamento de áreas pequenas, pode ser utilizado um pulverizador manual, tipo costal; agitar freqüentemente. Lavar o equipamento de pulverização para remover todo o resíduo; após o uso de PERFLAN* 800 BR remover os bicos e peneiras e lavar diversas vezes o tanque, bomba, mangueiras, passagem de retorno e barra de pulverização. A água usada para lavar o equipamento deverá ser despejada em local apropriado, a fim de evitar danos às plantas susceptíveis. Evitar deriva do pó ou do produto pulverizado sobre as plantas úteis; evitar o contacto com alimentos, produtos fitossanitários, fertilizantes e sementes. PERFLAN* 800 BR poder ser aplicado por via aérea ou terrestre (costal ou tratorizado).

EQUIPAMENTO COSTAL PRESSURIZADO: utilizar bicos TK2 ou TK3 ou equivalentes, com pressão de 25 a 30 libras / pol2, aplicando 250 a 350 litros de calda / ha, observando que esteja ocorrendo uma boa cobertura.

EQUIPAMENTO TRATORIZADO DE BARRAS: utilizar bicos Teejt 110.04 ou 110.06, ou equivalentes, com pressão de 30 a 45 libreas / pol2, aplicando 300 a 500 litros de calda / ha, observando que esteja ocorrendo uma boa cobertura.

APLICAÇÃO AÉREA: Volume de calda: 30 a 50 litros/ha; Altura de vôo: 4 a 5 metros; Largura da faixa de deposição: 15 metros; Tamanho da gota: 200 a 250 micra; Densidade da gota: 80 a 120 gotas / cm2; Tipos de bico: Teejet 80.15 ou 80.20; Pressão: 25 a 40 libras / pol2.

OBSERVAÇÕES: Deve-se fazer uma pré-mistura da quantidade de PERFLAN* 800 BR a ser utilizada; colocar água limpa até a metade da capacidade do tanque de pulverização, adicionar a mistura com o produto e completar para o volume requerido. Se houver germinação de plantas daninhas após a aplicação de PERFLAN* 800 BR, aconselha-se realizar cultivo raso, que pode ser feito logo após a emergência das plantas daninhas; pode ser empregado um cultivador rotativo ou de discos, cultivador de dentes ou do tipo "Planet".

PARA O PREPARO DA CALDA COM O USO DE SACOS HIDROSSOLÚVEIS, SEGUIR AS INSTRUÇÕES ABAIXO: Abra a embalagem externa; cada embalagem contém 4 saquinhos hidrossolúveis de 250 g cada, de PERFLAN* 800 BR. Coloque o saquinho hidrossolúvel direto no tanque do pulverizador; não há necessidade de abri-lo. Ao ser colocado na água, o saquinho hidrossolúvel se dissolverá em poucos minutos. Coloque tantos saquinhos hidrossolúveis quanto necessários para conseguir a dose desejada, de acordo com as Instruções do rótulo de PERFLAN* 800 BR. Aguarde a completa dissolução do saquinho hidrossolúvel na água; a agitação continua é necessária para a boa mistura de PERFLAN* 800 BR na calda. Calda resultante: o saquinho hidrossolúvel completamente dissolvido e o PERFLAN* 800 BR homogeneamente disperso na água; agora é só aplicar.

LIMITAÇÕES DE USO: Fitotoxicidade para as culturas indicadas: O produto não é fitotóxico para a cultura indicada, quando utilizado de acordo com as recomendações do fabricante.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS: Nas condições de aplicação e, devido à baixa toxicidade do produto, não há restrições de entrada de pessoas na área tratada, desde que com os pés protegidos.

INTERVALO DE SEGURANÇA: Não especificado, devido a modalidade de emprego.

OUTRAS RESTRIÇÕES A SEREM OBSERVADAS: Não utilizar PERFLAN* 800 BR nas calçadas, estradas, gramados, pátios, quadras de tênis ou áreas similares, onde se estendam as raízes de árvores ou de outras plantas que se desejam conservar, ou em locais onde o PERFLAN* 800 BR possa ser arrastado, entrando em contacto com essas raízes. Culturas intercalares ou rotação de cana-de-açúcar com outras culturas não devem ser praticadas dentro de 24 meses após a ultima aplicação de PERFLAN* 800 BR.

PRECAUÇÕES GERAIS: Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto. Não utilize equipamentos com vazamentos. Não desentupa bicos, orifícios e vávulas com a boca. Não distribua o produto com as mãos desprotegidas.

PRECAUÇÕES NO MANUSEIO: Use protetor ocular. Se houver contato do produto com os olhos, lave-os imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Use máscaras cobrindo o nariz e a boca. Caso o produto seja inalado ou aspirado, procure local arejado e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Use luvas de borrachas. Ao contato com o produto com a pele, lave-a imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Ao abrir a embalagem, faça-o de modo a evitar respingos. Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga, óculos ou viseira facial, luvas, botas, avental impermeável e máscara apropriada.

PRECAUÇÕES DURANTE A APLICAÇÃO: Evite o máximo possível, o contato com área de aplicação. Não aplique o produto contra o vento. O produto produz neblina, use máscara cobrindo o nariz e a boca. Use macacão com mangas compridas, chaéu de aba larga, luvas e botas.

PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO: Não reutilize a embalagem vazia. Mantenha o restante do produto adequadamente fechado, em local trancado, longe do alcance de crianças e animais. Tome banho, troque e lave suas roupas.

PRIMEIROS SOCORROS: INGESTÃO: Provoque vômito e procure logo o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. OLHOS: Lave com água em abundância e procure o médico, levando a embalagem, rótulo ou receituário agronômico do produto. PELE: Lave com água e sabão em abundância e se houver irritação procure o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. INALAÇÃO: Procure local arejado.

ANTÍDOTOS: Não específico.

TRATAMENTO: Sintomático.

MECANISMOS DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO: Estudos de metabolismo e excreção realizados com Tebuthiuron em animais de laboratório após a ingestão oral única do produto constataram que o mesmo é rapidamente absorvido pelo organismo, sendo excretado principalmente pela urina virtualmente até 72 horas após a sua administração.

EFEITOS AGUDOS E CRÔNICOS: Em animais de laboratório, o produto mostrou-se levemente irritante aos olhos e não irritante à pele. A LD50 oral para ratos foi de 632 mg/kg. Estudos de toxicidade crônicas, teratogênica e reprodutiva, feitos em animais de laboratório, com níveis de dosagem e tempo de exposição que excedem em muito os níveis a que seres humanos são expostos demostraram que Tebuthiuron não apresenta nenhum efeito teratogêncio ou na performance reprodutiva, nem efeito mutagêncio sobre células bacterianas ou de mamíferos, não senfo considerado carcinogênico, nem potencialmente carcinogênico, por organismos internacionais (NCI/MTP, OSHA, IARC, ACGIH).

EFEITOS COLATERAIS: Não há informações sobre possíveis efeitos colaterias.

SINTOMAS DE ALARME: A ingestão oral, acidental de PERFLAN 800 BR pode provocar sintomas de vômito.

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE: Este produto é PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE. Este produto é ALTAMENTE MÓVEL, apresentando alto potencial de deslocamento no solo, podendo atingir principalmente águas subterrâneas. Este produto é ALTAMENTE PERSISTENTE no meio ambiente. Este produto é ALTAMENTE TÓXICO para algas. Evite a contaminação ambiental - Preserve a Natureza. Não utilize equipamento com vazamentos. Não aplique o produto na presença de ventos fortes ou nas horas mais quentes. Aplique somente as doses recomendadas. Não lave as embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos d'água.

Descarte corretamente as embalagens e restos do produto. Não execute aplicação aérea de agrotóxicos em áreas situadas a uma distância inferior a 500 (quinhentos) metros de povoação e de mananciais de captação de água para abastecimento público e de 250 (duzentos e cinqüenta) metros de mananciais de água, moradias isoladas, agrupamento de animais e culturas susceptíveis a danos.

Observe as disposições constantes na legislação estadual e municipal concernentes às atividade aeroagrícolas. Não lave as embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos d'água.

A destinação inadequada de embalagens ou restos de produto ocasiona contaminação do solo, da água e do ar, prejudicando a fauna, a flora e a saúde das pessoas.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO DO PRODUTO, VISANDO SUA CONSERVAÇÃO E PRESERVAÇÃO CONTRA ACIDENTES: Mantenha o produto em sua embalagem original, sempre fechada. O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de alimentos, bebidas ou outros materiais. A construção deve ser de alvenaria ou de material não comburente. O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável. Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO. Tranque o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, principalmente crianças. Deve haver sempre sacos plásticos disponíveis, para envolver adequadamente embalagens rompidas ou para recolhimento de produtos vazados. Em caso de armazéns, deverão ser seguidas as instruções constantes da NBR 9843. Observe as disposições constantes da legislação estadual e municipal.

INSTRUÇÕES EM CASOS DE ACIDENTES: Isole e sinalize a área contaminada. Contate as autoridades locais competentes e a Empresa. Utilize o equipamento de proteção individual - EPI (macacão de PVC, luvas e botas de borracha, óculos protetores e máscara contra eventuais vapores). Em caso de derrame, siga as instruções: Piso pavimentado - Recolha o material com auxílio de uma pá e coloque em recipiente lacrado e identificado devidamente. O produto derramado não deverá ser mais utilizado. Neste caso, contate a empresa ou o distribuidor ou qualquer representante na região. O produto deverá ser desativado conforme orientação de destinação de resíduos e embalagens. Lave o local com grande quantidade de água; Solo - Retire as camadas de terra contaminada até atingir o solo não contaminado e adote os mesmos procedimentos acima descritos para recolhimento e destinação adequada; Corpos d'água - Interrompa imediatamente a captação para o consumo humano e animal e contacte o centro de emergência da empresa, visto que as medidas a serem adotadas dependem das proporções do acidente, das características do recurso hídrico em questão e da quantidade do produto envolvido. Em caso de incêndio, use extintores de água em forma de neblina, CO2 ou pó químico ficando a favor do vento para evitar intoxicação.

PROCEDIMENTOS PARA A DESTINAÇÃO DAS EMBALAGENS VAZIAS: Esta embalagem não pode ser lavada

ARMAZENAMENTO DA EMBALAGEM VAZIA: O Armazenamento da embalagem vazia, até a devolução nas Unidades de Recebimento, deve ser em local coberto, ventilado, ao abrigo de chuva, ter piso impermeável, no próprio local das embalagens cheias. Use luvas no manuseio desta embalagem. Esta embalagem vazia deve ser armazenada, separada das não contaminadas, em sacos plásticos transparentes (Embalagens Padronizadas - modelo ABNT), todas devidamente identificadas e com lacre, que deverão ser adquiridas nos Canais de Distribuição.

DEVOLUÇÃO DA EMBALAGEM VAZIA: É obrigatória a devolução da embalagem vazia pelo usuário ao estabelecimento onde foi adquirido o produto ou no local indicado na nota fiscal emitida no ato da compra. A devolução deve ser feita no prazo de até um ano da data da compra ou, até o prazo de validade do produto. O usuário deve guardar o comprovante de devolução pelo prazo mínimo de um ano.

TRANSPORTE: As embalagens vazias não podem ser transportadas junto com alimentos, bebidas, medicamentos, rações, animais e pessoas. O transporte desta embalagem vazia, de agrotóxicos, seus componentes e afins, e sobras de produtos, está sujeito às regras e aos procedimentos estabelecidos na legislação específica.

DESTINAÇÃO FINAL DAS EMBALAGENS VAZIAS: A destinação final das embalagens vazias, após a devolução pelos usuários, somente poderá ser realizada pela Empresa Registrante ou por empresas legalmente autorizadas pelos órgãos competentes. É PROIBIDO AO USUÁRIO A REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM DAS EMBALAGENS VAZIAS OU FRACIONAMENTO / REEMBALAGEM DE PRODUTOS.

EFEITOS SOBRE O MEIO AMBIENTE DECORRENTE DA DESTINAÇÃO INADEQUADA DA EMBALAGEM VAZIA E RESTOS DE PRODUTOS: A destinação inadequada das embalagens e restos de produtos no meio ambiente causa contaminação do solo, da água e do ar prejudicando a fauna, a flora e a saúde das pessoas.

PRODUTO IMPRÓPRIO PARA UTILIZAÇÃO OU EM DESUSO: Caso este produto venha a se tornar impróprio para utilização ou em desuso, consultar o registrante através do telefone indicado no rótulo para sua devolução e destinação final.

DADOS E INFORMAÇÕES ADICIONAIS JULGADOS NECESSÁRIOS PELOS ÓRGÃOS FEDERAIS RESPONSÁVEIS PELA AGRICULTURA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE: De acordo com as recomendações aprovadas pelos órgãos federais responsáveis pela Agricultura, Saúde e Meio Ambiente (Ministério da Agricultura, Ministério da Saúde e IBAMA).

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento de população de plantas daninhas resistentes a esse mecanismo de ação.
Como prática de manejo de resistência de plantas daninhas, deverão ser aplicados, alternadamente, herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Os herbicidas deverão estar registrados para a cultura. Não havendo produtos alternativos, recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos, consulte um engenheiro agrônomo.

Compatibilidade

Não se conhecem casos de incompatibilidade.