Bula Progibb 400

CI
Ácido giberélico
11912
Sumitomo

Composição

Ácido giberélico 400 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea/Tratamento de sementes
Regulador de crescimento
Não Classificado
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Regulador de crescimento

Abacaxi

Dosagem Calda Terrestre
Ananas comosus (Abacaxi) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Arroz

Calda Terrestre Dosagem
Oryza sativa (Arroz) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Azevém

Dosagem Calda Terrestre
Lolium multiflorum (Azevém) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Banana

Calda Terrestre Dosagem
Musa spp. (Banana) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Batata

Dosagem Calda Terrestre
Solanum tuberosum (Batata) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Cana-de-açúcar

Calda Terrestre Dosagem
Saccharum officinarum (Cana de açúcar) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Caqui

Calda Terrestre Dosagem
Diospyrus kaki (Caqui) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Citros

Calda Terrestre Dosagem
Citrus sinensis (Laranja) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Citrus x Latifolia (Limão taiti) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Manga

Calda Terrestre Dosagem
Mangifera indica (Manga) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Milho

Dosagem Calda Terrestre
Zea mays (Milho) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Soja

Dosagem Calda Terrestre
Glycine max (Soja) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Trigo

Calda Terrestre Dosagem
Triticum aestivum (Trigo) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Uva Crimson Seedless

Dosagem Calda Terrestre
Vittis spp (Uva) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Uva Festival Seedless

Calda Terrestre Dosagem
Vitis spp (Uva) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Uva ltália

Dosagem Calda Terrestre
Vitis spp (Uva) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Uva Thompson Seedless

Dosagem Calda Terrestre
Vittis spp (Uva) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Saco (plástico): 25 g (contendo 10 saquinhos com 2,5g cada), 50 g (contendo 20 saquinhos com 2,5g cada), 100 g, 200 g, 250g, 500 g, 1 kg, 1,5 kg, 2kg, 3kg, 5 kg, 10 kg e 15 kg;

Saco (metalizado): 25 g (contendo 10 saquinhos com 2,5g cada), 50 g (contendo 20 saquinhos com 2,5g cada), 100 g, 200g,250g,500g,l kg, l,S kg, 2 kg, 3 kg, 5 kg, 10 kg e 15 kg;

Saco (papel): 25 g (contendo 10 saquinhos com 2,5g cada), 50 g (contendo 20 saquinhos com 2,5g cada), 100 g, 200 g, 250 g, 500 g, 1 kg, 1,5 kg, 2 kg, 3 kg, 5 kg, 10 kg e 15 kg;

Bombona (plástico): 3 kg, 5 kg, 10 kg e 15 kg;

Envelope (papel): 25 g (contendo 10 saquinhos com 2,5g cada), 50g (contendo 20 saquinhos com 2,5g cada), 100 g, 200 g e 250 g;

Frasco (plástico): 100 g, 200 g, 250 g, 500 g, 1 kg, 1,5 kg e 2 kg;

Saco (plástico): 250g;

Saco (metalizado) - 250g;

Saco (papel) - 250g;

Saco (plástico): 250g (contendo 20 saquinhos de 12,5g cada);

Saco (metalizado): 250g (contendo 20 saquinhos de 12,5g cada);

Saco (papel): 250g (contendo 20 saquinhos de 12,5g cada);

Emvelope (papel): 250g (contendo 20 saquinhos de 12,5g cada);

Caixa (papelão): 250g (contendo 20 saquinhos de 12,5g cada);

Caixa (papelão): 25 g (contendo 10 saquinhos com 2,5g cada), 50 g (contendo 20 saquinhos com 2,5g cada), 100g e 200g.

INSTRUÇÕES DE USO

O produto é um regulador de crescimento vegetal de ocorrência natural que ativa vários processos de desenvolvimento na planta. ProGibb 400 é recomendado para:

- Abacaxi

Sua utilização no abacaxi aumenta o tamanho e peso dos frutos, resultando em maioresprodutividades da cultura. Além disso, também atrasa a colheita, permitindo ao produtor escalonar a colheita de acordo com a disponibilidade de mão-de-obra.

- Arroz*

Tratamento das sementes para acelerar e aumentar a emergência e desenvolvimento das plantas.

- Azevém como Pastagem

Sua utilização é recomendada para estimular o desenvolvimento e produtividade de massa verde e massa seca das plantas.

- Banana

Para prolongar a vida em pós-colheita, aumentando o período de armazenamento e comercialização.

- Batata

Tratamento das sementes para acelerar e aumentar a brotação, melhorar o desenvolvimento das plantas e obter maior produção.

- Cana-de-açúcar

Para aumentar o desenvolvimento vegetativo da cultura e a produtividade.

- Caqui

Sua utilização no caqui atrasa a maturação dos frutos, permitindo que a maior parte dos frutos sejam colhidos no momento ideal com coloração amarela. Além disso, possibilita um escalonamento da colheita de acordo com a disponibilidade de mão de obra.

- Frutos cítricos

Laranja: para retardar a maturação dos frutos com consequente redução do ataque de Moscas-das-frutas: Anastrepha fraterculus e Ceratitis capitata.

- Limão Tahiti

Retardar a maturação dos frutos em pós-colheita, prolongando o período de armazenamento, transporte e comercialização.

- Manga

Pode ser utilizado em dois momentos distintos:
1. Após a poda, com o objetivo de estimular a brotação;
2. Entre a fase de ovinho até a segunda queda fisiológica, para crescimento dos frutos.

- Milho (tratamento de sementes)

Para acelerar e aumentar a emergência das plantas bem como características estruturais da planta.

- Milho (aplicação foliar)

Para promover o aumento da estatura, da área foliar e da taxa fotossintética das plantas, que por consequência aumenta a produtividade potencial, a formação das espigas e o estabelecimento do número máximo de grãos.

- Soja

Sua utilização é recomendada para estimular alongamento dos entrenós e desenvolvimento de flores e frutos, que são as variáveis relacionadas à produtividade.

- Trigo*

Tratamento das sementes para acelerar e aumentar a emergência das plantas bem como características estruturais da planta.

- Uvas

Para melhorar as características morfológicas dos cachos e bagas, incrementar tamanho, peso dos cachos e bagas, reduzir a densidade das bagas nos cachos (raleio).

*O produto nas doses recomendadas acelera e uniformiza a germinação das sementes de milho, trigo e arroz. Tais benefícios conferem grande vantagem competitiva às culturas em relação às plantas daninhas, facilitando seu manejo.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

Abacaxi

Recomenda-se duas aplicações em jato dirigido aos frutos. A primeira aplicação deve ser realizada no estágio de flor seca, seguida da segunda aplicação 10 dias após a primeira.

Arroz, milho e trigo (tratamento de sementes)

Fazer uma única aplicação no tratamento das sementes.

Azevém (pastagem)

Recomenda-se fazer 3 aplicações, sendo que a primeira deve ser feita quando a cultura estiver com 8 a 10 cm de altura em estágio de elongação (ESTÁGIO 30 da escala BBCH (Weber, 2001)). A segunda aplicação deve ser realizada quando as plantas atingirem 15 cm de altura. Após a segunda aplicação, deve ser realizado o primeiro corte quando as plantas atingirem 30 cm de altura. A terceira aplicação deve ser feita quando as plantas atingirem 10 cm de altura. O segundo corte deve ser realizado quando as plantas atingirem 30 cm de altura.

Banana

Logo após a colheita e limpeza dos frutos, fazer uma única aplicação do produto através de pincelamento da coroa das pencas ou imersão das mesmas na solução contendo ProGibb 400 na dosagem recomendada.

Batata

Uma única aplicação na fase de quebra de dormência antes do plantio.

Cana-de-açúcar

Fazer uma única aplicação, a partir de 70 dias após o plantio da cana-de-açúcar (1º internódio formado) até no máximo a formação do 3º internódio.

Caqui

Recomenda-se duas aplicações em área total, sendo a primeira aplicação quando 20% dos frutos tiverem atingido coloração verde-amarelada, seguido da segunda aplicação 14 dias após a primeira. As doses podem variar de 20 a 35 g do produto comercial por hectare dependendo do nível de atraso da maturação desejado. Utilizar as doses maiores para maiores atrasos.

Laranja

Fazer uma única aplicação. O momento ideal de aplicação é quando os frutos ainda estão verdes e não atrativos ao ataque da mosca-das frutas (Anastrepha fraterculus e Ceratitis capitata).

Limão Tahiti

Uma única aplicação, logo após a colheita dos frutos para controlar a maturação dos frutos, retardando o aparecimento da coloração amarela.

Milho (aplicação foliar)

Deve ser realizada uma única aplicação durante o ciclo da cultura no estádio V4 (quando 50% das plantas do talhão estiverem com 4 folhas completamente desenvolvidas). Doses maiores devem ser empregadas na medida em que se aumenta a expectativa de produtividade da cultura, de acordo com o nível tecnológico de produção adotado.

Soja

Devem ser feitas duas aplicações durante o ciclo da cultura, sendo a primeira aplicação quando a cultura estiver em estágio R1 (início da floração, até 50% das plantas com flor) e a segunda aplicação 7 a 10 dias após a primeira.

Uvas

- Variedades Sem Sementes (Thompson seedless, Festival seedless, Crimson seedless)

Thompson seedless: Adicionar 0,2% v/v de espalhante adesivo não iônico à calda de pulverização.

Para alongamento dos cachos

Fazer 2 aplicações utilizando 2,5 gramas de ProGibb 400 / 100 Litros de água (por aplicação), nas épocas abaixo:
1ª - Logo após a poda, brotos com 15-20 cm de comprimento.
2ª - Cachos com 5 a 10 cm de comprimento.
Para raleio (redução da densidade de bagas no cacho):

Fazer 4 aplicações conforme épocas e doses abaixo:
1ª - Primeiro cacho com caliptra aberta. Dose: 3,75 gramas do produto comercila/100 Litros de água;
2ª - Dois dias após a aplicação anterior. Dose: 3,75 gramas do produto comercila/100 Litros de água;
3ª - Dois dias após a aplicação anterior. Dose: 3,75 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;
4ª - Dois dias após a aplicação anterior. Dose: 3,75 gramas do produto comercila / 100 Litros de água.

Para aumentar o tamanho das bagas

Fazer 4 aplicações conforme épocas e doses abaixo:
1ª - Primeiro cacho com bagas de 4-5 mm de diâmetro. Dose: 7,50 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;
2ª - Três dias após a aplicação anterior. Dose: 7,50 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;
3ª - Três dias após a aplicação anterior. Dose: 10,0 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;.
4ª - Três dias após a aplicação anterior. Dose: 10,0 gramas do produto comercila / 100 Litros de água.

Festival seedless: Adicionar 0,2% v/v de espalhante adesivo não iônico à calda de pulverização.

Para aumentar o tamanho das bagas:

Fazer 2 aplicações conforme épocas e doses abaixo:
1ª - Bagas com 6-8 mm de diâmetro. Dose: 2,5 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;
2ª - Bagas com 10-12 mm de diâmetro. Dose: 3,75 gramas do produto comercila / 100 Litros de água.

Crimson seedless

Adicionar 0,2% v/v de espalhante adesivo não iônico à calda de pulverização. Para aumentar o tamanho das bagas:
Fazer 2 aplicações conforme épocas e doses abaixo:
1ª - Bagas com 6-8 mm de diâmetro. Dose: 1,25 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;
2ª - Bagas com 10-12 mm de diâmetro Dose: 1,25 gramas do produto comercila / 100 Litros de água.

• VARIEDADES COM SEMENTES

Itália: Adicionar 0,2% v/v de espalhante adesivo não iônico à calda de pulverização.

Para aumentar o tamanho das bagas

Fazer 2 aplicações conforme épocas e doses abaixo:
1ª - Bagas com 8 mm de diâmetro. Dose: 6,25 gramas do produto comercila / 100 Litros de água;
2ª - Bagas com 24-26 mm de diâmetro. Dose: 6,25 gramas do produto comercila / 100 Litros de água.

MODO DE APLICAÇÃO

PULVERIZAÇÃO FOLIAR

AZEVÉM, CANA-DE-AÇÚCAR, CAQUI, MILHO e SOJA

Para o preparo da calda, inicialmente diluir a quantidade necessária do PROGIBB 400 em um tanque auxiliar contendo água limpa. Em seguida, encher o reservatório do pulverizador até a metade da capacidade do tanque. Adicionar a solução preparada ao tanque do pulverizador e completar com água limpa, mantendo o agitador do pulverizador em funcionamento. Utilizar espalhante adesivo não iônico na proporção 0,05% v/v para a cultura do caqui; 0,25% v/v para a cultura da cana-de-açúcar; e 0,1% v/v para as culturas milho e soja. Aplicar a calda imediatamente após o preparo.

Equipamentos para pulverização foliar

- Terrestre (azevém, cana-de-açúcar, caqui, milho e soja)

Aplicar com pulverizador tratorizado de barra ou costal manual, utilizando bicos de jato leque que produzam gotas de diâmetro adequado. O volume de calda recomendado é de 100 a 200 L/ha. Na cultura do caqui, utilizar o volume de calda de 1.000 L/ha. É importante que se consiga boa cobertura de toda a planta. O sistema de agitação do produto no interior do tanque deve ser mantido em funcionamento durante toda a aplicação. Não sobrepor as faixas de aplicação.

- Aéreo (cana-de-açúcar, caqui e soja)

Deve ser aplicado com um volume de calda de 20 a 40 L/ha. Para um volume de aplicação de 20 L/ha, aplicar através de aeronaves agrícolas dotadas de barra com bicos tipo cônico ou com bicos rotativos. A altura de voo, largura da faixa de deposição efetiva e volume de calda deve ser de acordo com o bico utilizado. Não sobrepor as faixas de aplicação.

LARANJA

Utilizar equipamento pulverizador tipo turbo-atomizador, ou pistola, equipado com bicos apropriados, devendo-se calibrar o equipamento para gastar o volume de calda suficiente para dar cobertura uniforme em toda a parte aérea das plantas até o ponto de escorrimento da calda. O volume de calda pode variar dependendo do tamanho das árvores, densidade de plantio, variedades e idade das plantas. Adicionar 0,1% v/v de espalhante adesivo não iônico em 100 litros de água uniformemente na copa das árvores, até os frutos atingirem o ponto de escorrimento.

- Aplicação com PISTOLA

Pressão: 100 a 300 lb/pol²

Aplicação: 5 a 20 litros de calda por planta, de acordo com a idade e tamanho da copa.
- Aplicação com TURBO ATOMIZADOR

Pressão: 300 lb/pol²
Bicos: JD.2 no meio e JD.3 nas extremidades
Aplicação: 5 a 20 litros de calda por planta, de acordo com a idade e tamanho da copa.
O jato de aplicação deve ser direcionado aos frutos aplicando-se até o ponto de escorrimento.

UVAS

- Variedades sem sementes (Thompson seedless, Festival seedless, Crimson seedless) e variedades com sementes (Itália)

As plantas devem ser pulverizadas com pulverizador tratorizado ou costal, com pressão constante de 40 kgf/cm² , com bico de pontas de jato cone oco - JA1 ou equivalente, pulverizando toda a parte aérea das plantas proporcionando uma cobertura completa e uniforme com volume de calda especificado acima para cada época de aplicação.

Obs.: Seguir corretamente as instruções da bula e sempre consultar um Engenheiro Agrônomo.

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

Devem ser respeitadas as condições de velocidade do vento de 3 a 15 km/h, temperatura inferior a 30°C e umidade relativa superior a 55%, visando reduzir ao máximo as perdas por deriva e evaporação. Não realizar aplicações em condições de inversão térmica e de correntes ascendentes. Não aplicar se houver rajadas de vento ou em condições sem vento.

CUIDADOS NA LIMPEZA DO PULVERIZADOR

Antes de aplicar, verifique se todo o equipamento de aplicação está limpo e bem cuidado.
O tanque de pulverização, bem como as mangueiras, filtros e bicos devem ser limpos para garantir que nenhum resíduo de produto de pulverização anterior permaneça no pulverizador.
Antes de aplicar, o pulverizador deve ser limpo de acordo com as instruções do fabricante do último produto utilizado.

TRATAMENTO DE SEMENTES

Utilizar máquina de tratamento de sementes. Estas máquinas já vêm equipadas com rosca sem fim e compartimento dosador para receber a solução.

Preparo da solução

- ARROZ e MILHO

Em 1,0 litro de água adicionar 5,0 gramas.

- TRIGO

Em 1,0 litro de água adicionar 7,5 gramas.
Esta quantidade de solução é suficiente para tratar 100 kg de sementes.

OBS.: Obedecer à profundidade de plantio recomendada para a região e para a variedade selecionada.

OUTRAS MODALIDADES DE APLICAÇÃO

ABACAXI

Jato dirigido aos frutos

Diluir 12,5 gramas em 100 litros de água. Adicionar espalhante adesivo não-iônico na proporção 0,05% v/v. Pulverizar com jato dirigido aos frutos utilizando-se um equipamento costal pressurizado com CO² ou costal manual, ou outro equipamento, acoplado com bico XR Teejet 110.01,pressão de trabalho de 30 lb/pol² e volume de calda de 300 a 500 L/ha. Assegurar uma boa cobertura de todos os lados dos frutos.

BANANA

Pincelamento: Diluir 3,75 gramas em um (1) litro de água e aplicar com pincel, na região do corte, na coroa da penca.
Imersão: As pencas devem ser mergulhadas - por 3 minutos - em tanque contendo solução de 375 gramas em 100 litros de água e depois colocadas para secar à sombra.

BATATA

Micro aspersão: Para tratamento dos tubérculos em micro aspersão, utilizar equipamento costal pressurizado com CO² ou costal manual, ou outro equipamento, acoplado com bico XR Teejet 110.01 com pressão de trabalho de 30 lb/pol² gastando-se volume de calda de 2,0 litros/100 kg de batata semente.
Após a aplicação dos produtos, os tubérculos devem ser secos em local coberto (sombra) e ventilado à temperatura ambiente.

LIMÃO TAHITI

Para o tratamento dos frutos de limão, em imersão, diluir a quantidade de produto recomendado em uma caixa plástica ou caixa de água e as frutas devem ser mergulhadas por 30 segundos e depois colocadas para secar à sombra. A solução no tanque deve ser mantida sempre com a concentração de 10 gramas em 100 litros de água.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Para aplicação foliar

Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPI's) recomendados para o uso durante a aplicação.

Para tratamento de semente

Não há necessidade de observância de intervalo de reentrada, desde que as pessoas estejam calçadas ao entrarem na área tratada.

LIMITAÇÕES DE USO

Os usos do produto estão restritos aos indicados no rótulo e bula.
Quando este produto for utilizado nas doses recomendadas, não causará danos às culturas indicadas.

Compatibilidade

Não se recomenda a mistura com outros produtos.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Não se aplica por se tratar de um regulador de crescimento vegetal.

Não se aplica por se tratar de um regulador de crescimento vegetal.




Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.