Bula Sumifog 70

acessos
Fenitrothion
418904
Sumitomo

Composição

Fenitrothion 70 g/kg Organofosforado

Classificação

Inseticida
II - Altamente tóxico
II - Produto muito perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Ultra Baixo Volume (UL)
Contato, Ingestão
Geral Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Saúva cabeça de vidro
(Atta laevigata)
4 ml/m² de formigueiro - - Efetuar a aplicação, sempre que forem observados formigueiros ativos. Não estabelecida, devido à forma de uso. Efetuar a aplicação, sempre que forem observados formigueiros ativos
Saúva limão
(Atta sexdens rubropilosa)
4 ml/m² de formigueiro - - Efetuar a aplicação, sempre que forem observados formigueiros ativos. Não estabelecida, devido à forma de uso. Efetuar a aplicação, sempre que forem observados formigueiros ativos

Bag in Box de Fibra de Papel com bolsa plástica interna - 20; 50 L
Bombona de plástico - 5,0; 6,0; 10; 20; 100; 200 L
Balde de ferro - 9,0; 20 L
Tambor metálico - 100 L.
Conteiner de Polietileno - 500; 1000 L
Frasco de Plástico - 0,5; 1,0; 5,0 L
Stand up pouch de plástico, com tampa - 0,5; 1,0; 5,0; 6,0 L
Tanque de Aço/Fibra - 1 000; 3 000; 6000; 10 000; 15 000; 20 000; 25 000; 30 000 L

INSTRUÇÕES DE USO: "SUMIFOG 70" - trata-se de um inseticida (formicida), empregado em termonebulização no controle de formigas.

FORMA DE APLICAÇÃO: "SUMIFOG 70" Não pode ser misturado com água por ser uma formulação UBV (Ultra Baixo Volume). É aplicado na forma de termonebulização, diretamente nos "olheiros" ativos dos formigueiros (sauveiros), injetando fumaça produzida através de aparelhos próprios, (sistema "FOG"), fechando os outros, à medida que a fumaça saia bastante densa, indicando a saturação do sauveiro. Terminada a operação, fechar imediatamente o "olheiro" principal.

DOSE DE APLICAÇÃO: Aplicar "SUMIFOG 70" até saturação completa do sauveiro, o que equivale à cerca de 4,0 ml do produto comercial por m2 de superfície de sauveiro, em termonebulização.

INÍCIO, NÚMERO E ÉPOCAS OU INTERVALO DE APLICAÇÃO: Efetuar a aplicação, sempre que forem observados formigueiros ativos.

PERÍODO DE CARÊNCIA (dias): Não estabelecida, devido à forma de uso.

LIMITAÇÕES DE USO:
- Fitotoxicidade: Não há, para os alvos indicados e nas dosagens recomendadas

MEDIDAS GERAIS E PRIMEIROS SOCORROS: Leia e siga as instruções do rótulo. Durante a manipulação e aplicação, use macacão com mangas compridas, chapéu impermeável de abas largas e botas. Mantenha o produto afastado de crianças e animais domésticos. Evite comer, beber ou fumar durante o manuseio ou aplicação do produto. Mantenha o produto afastado de alimentos ou de ração animal. Não contamine lagos, fontes, rios e demais coleções de água, lavando as embalagens ou aparelhagem aplicadora, bem como lançando-lhes seus restos. Mantenha a embalagem original sempre fechada e em lugar seco e ventilado. Inutilize e enterre profundamente as embalagens do produto. Mantenha afastado das áreas de aplicação crianças, animais domésticos e pessoas desprotegidas por um período de 7 dias após a aplicação do produto. Não utilize equipamentos com vazamentos. Não desentupa bicos, orifícios, válvulas tubulações, etc. com a boca. Uso exclusivamente agrícola. Após a utilização do produto, remova as roupas protetoras e tome banho. Não dê nada por via oral à uma pessoa inconsciente. Distribua o produto da própria embalagem sem contato manual. Procure imediatamente assistência médica em qualquer caso de suspeita de intoxicação. Aplique somente as doses recomendadas. Não distribua o produto com as mãos desprotegidas, use luvas impermeáveis. Mantenha a embalagem longe do fogo.

SINTOMAS DE ALARME: Fraqueza, dor de cabeça, opressão no peito, visão turva, pupilas não reativas, salivação abundante, suores, náuseas, vômitos, diarréias e cólica abdominal.

ANTÍDOTOS E TRATAMENTO: Sulfato de atropina é o antídoto de emergência em caso de intoxicação. Nunca administre sulfato de atropina antes do aparecimento dos sintomas de intoxicação. Se o acidentado parar de respirar, aplique imediatamente respiração artificial. Transporte-o imediatamente para assistência médica mais próxima. Informações para uso médico: Sulfato de atropina, pelas vias intramusculares ou intravenosas (eventualmente também por via oral): 1 a 6 mg cada 5 a 30, até atropinização leve. Oximas (Contrathion): 1 a 2 g/dia, nos três primeiros dias. Contra indicações: Morfina, Aminofilina, Tranqüilizantes.

PERSISTÊNCIA E DEGRADAÇÃO NO AMBIENTE: O princípio ativo possui uma persistência CURTA no ambiente.

DESLOCAMENTO NO AMBIENTE: O produto apresenta um deslocamento pequeno para as regiões vizinhas.

Incluir outros métodos de controle de pragas (Ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas, quando disponível e apropriado.

Qualquer agente de controle de insetos pode se tornar menos efetivo ao longo do tempo, se o inseto desenvolver algum mecanismo de resistência. O Comitê Brasileiro de Ação a Resistência à Inseticidas - IRAC-BR, recomenda as seguintes estratégias de manejo de resistência visando prolongar a vida útil dos inseticidas:
- Qualquer produto para controle de inseto, da mesma classe ou modo de ação, não deve ser utilizado em gerações consecutivas da praga.
- Usar somente doses recomendadas na bula/rótulo
- Consultar sempre um Engenheiro Agrônomo para orientação sobre Manejo de Resistência a Inseticidas.

Compatibilidade

Não se conhecem casos de incompatibilidade.