Bula Tricovab - Ceplac
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)

Bula Tricovab

Trichoderma stromaticum
1312
Ceplac

Composição

Trichoderma stromaticum 19 g/kg

Classificação

Terrestre
Fungicida microbiológico
4 - Produto Pouco Tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Fungicida microbiológico

Cacau

Calda Terrestre Dosagem
Moniliophthora perniciosa (Vassoura de Bruxa)

Conteúdo: 1 kg

INSTRUÇÕES DE USO

TRICOVAB® PM é um fungicida microbiológico, eficaz no controle do fungo Moniliophthora pemiciosa na cultura de cacau compondo o manejo integrado para controle da doença vassoura de bruxa do cacaueiro. A sua aplicação deve ser realizada sobre os restos culturais resultantes das operações de poda da parte aérea e de remoção das vassouras (gemas vegetativas e almofadas florais) e frutos doentes, amontoados no solo.

CULTURAS: Cacau (Theobroma cacao L.)

PRAGAS / DOENÇAS

Moniliophthora pemiciosa (Stahel) Aime & Phillips-Morat vassoura de bruxa

DOSE: 2 Kg p.c. (produto comercial)/ha

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

Número de aplicações: No máximo 4 (quatro) aplicações durante o período indicado
de umidade relativa alta (acima de 80%).
Época: Aplicar durante o período chuvoso de maio a agosto, após a remoção das vassouras e dos frutos doentes, em dias Intervalo de aplicação: no máximo 4 (quatro) aplicações por ano durante o período chuvoso

MODO DE APLICAÇÃO

Pulverização: Dirigir o jato de aplicação do pulverizador costal manual, dotado de bico tipo leque 110/02, às vassouras e frutos amontoados sobre a serapilheira.

Limpeza do equipamento

- Limpar muito bem o tanque/bicos do pulverizador para eliminar resíduos de inseticidas, herbicidas ou fungicidas químicos. Atenção:
a)Não realizar a limpeza do pulverizador próximo de lagos, rios ou reservas de água;
b)Realizar esta limpeza em local adequado onde resíduos tenham destino estabelecido em legislação.
O ideal é encher o tanque do pulverizador com água a adicionar 1 litro de Solupan ou 1 kg de sabão em pó para cada 400 litros de água. Deixar esta mistura em repouso por 12 horas. Em seguida agitar a mistura e aspergir todo o volume através de bicos de pulverização. Posteriormente, enxaguar com água limpa usando como escoamento sempre os bicos. Nessa operação aproveita-se para testar a regulagem da vazão.
Preparação da calda: Calcular a quantidade do produto comercial a ser utilizada em função da área a ser tratada e considerando que o de calda referência é concentração mínima de 2 x 106 esporos/mL. A caldaesprenaime devent ser coada em peneira com malha adequada, para a retirada dos grãos de arroz, é adicionada ao pulverizador.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não determinado devido à natureza microbiológica do ingrediente ativo.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana - ANVISA/MS) Não há necessidade de observância de intervalo de reentrada desde que as pessoas estejam calçadas ao entrarem na área tratada.

LIMITAÇÕES DE USO

Os usos do produto estão restritos aos indicados no rótulo da bula.
Quando este produto for utilizado nas doses recomendadas, não causará danos às culturas indicadas.
Recomenda-se aplicar nas horas mais frescas do dia, preferencialmente no fim da tarde ou à noite, em dias nublados ou com garoa bem fina. Nessas condições, a exposição dos conídios (esporos) do fungo à radiação UV do sol (fator de inviabilização do fungo) é menor.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

Não existem informações sobre o desenvolvimento da resistência de Tricovab.