Bula Volcane - Luxembourg

Bula Volcane

MSMA
4798
Luxembourg

Composição

MSMA 790 g/L

Classificação

Terrestre
Herbicida
4 - Produto Pouco Tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Corrosivo
Concentrado Solúvel (SL)
Não seletivo, Não sistêmico

Frascos de polietileno de alta densidade de 1; 2,5 e 5 Litros;
PEAD de 10 e 20 Litros.

INSTRUÇÕES DE USO

MODO DE APLICAÇÃO:
- Aplique somente com equipamentos terrestres.
- Aplique com pulverizador costal ou tratorizado, equipado com bicos de jato plano tipo leque, com ângulo de pulverização de 80º ou 130º, em jato dirigido, procurando não atingir a folhagem da cana-de-açúcar ou do algodão. Os equipamentos devem ser calibrados para que o produto tenha uma boa distribuição e cobertura da folhagem das plantas daninhas.
- Utilize volume de calda mínimo de 167 a 500 litros/ ha, de acordo com o estágio das plantas daninhas e o equipamento de pulverização.
- Não aplique com ventos superiores a 10 km/h.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Algodão: 43 dias
Cana-de-açúcar: Intervalo de segurança não determinado devido à modalidade de emprego.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados para o uso durante a aplicação. Mantenha afastado das áreas de aplicação crianças, animais domésticos e pessoas desprotegidas, por um período mínimo de 7 dias após a aplicação.

LIMITAÇÕES DE USO

Não aplicar o produto em dias em que a temperatura esteja abaixo de 20ºC. Evitar aplicação em dias nublados ou com prenúncio de chuvas.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Faça o preparo do solo para o plantio e execute as operações de cultivo de modo a diminuir a infestação de plantas daninhas e a sua disseminação.

O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento de população de plantas daninhas a ele resistentes. Como prática de manejo de resistência de plantas daninhas deverão ser aplicados herbicidas, com diferentes mecanismos de ação, devidamente registrados para a cultura. Não havendo produtos alternativos, recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos, consulte um engenheiro agrônomo.