Bula Zino 750 WG - AllierBrasil

Bula Zino 750 WG

acessos
Hexazinona
14318
AllierBrasil

Composição

Hexazinona 750 g/kg Triazinona

Classificação

Herbicida
I - Extremamente tóxica
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Seletivo, Sistêmico

Cana-de-açúcar Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Amendoim bravo
(Euphorbia heterophylla)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Beldroega
(Portulaca oleracea)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Beldroega
(Portulaca oleracea)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Beldroega
(Portulaca oleracea)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Beldroega
(Portulaca oleracea)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Beldroega
(Portulaca oleracea)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Beldroega
(Portulaca oleracea)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim colonião
(Panicum maximum)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim colonião
(Panicum maximum)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim colonião
(Panicum maximum)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim colonião
(Panicum maximum)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim colonião
(Panicum maximum)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim colonião
(Panicum maximum)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Carrapicho rasteiro
(Acanthospermum australe)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Carrapicho rasteiro
(Acanthospermum australe)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Carrapicho rasteiro
(Acanthospermum australe)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Carrapicho rasteiro
(Acanthospermum australe)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Carrapicho rasteiro
(Acanthospermum australe)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Carrapicho rasteiro
(Acanthospermum australe)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru rasteiro
(Amaranthus deflexus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru rasteiro
(Amaranthus deflexus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru rasteiro
(Amaranthus deflexus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru rasteiro
(Amaranthus deflexus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru rasteiro
(Amaranthus deflexus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru rasteiro
(Amaranthus deflexus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Corda de viola
(Ipomoea purpurea)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Erva quente
(Spermacoce latifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Erva quente
(Spermacoce latifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Erva quente
(Spermacoce latifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Erva quente
(Spermacoce latifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Erva quente
(Spermacoce latifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Erva quente
(Spermacoce latifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Fedegoso branco
(Senna obtusifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Fedegoso branco
(Senna obtusifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Fedegoso branco
(Senna obtusifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Fedegoso branco
(Senna obtusifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Fedegoso branco
(Senna obtusifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Fedegoso branco
(Senna obtusifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Guanxuma
(Sida rhombifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Guanxuma branca
(Sida glaziovii)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Guanxuma branca
(Sida glaziovii)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Guanxuma branca
(Sida glaziovii)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Guanxuma branca
(Sida glaziovii)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Guanxuma branca
(Sida glaziovii)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Guanxuma branca
(Sida glaziovii)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Losna branca
(Parthenium hysterophorus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Losna branca
(Parthenium hysterophorus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Losna branca
(Parthenium hysterophorus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Losna branca
(Parthenium hysterophorus)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Losna branca
(Parthenium hysterophorus)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Losna branca
(Parthenium hysterophorus)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Malva branca
(Sida cordifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Malva branca
(Sida cordifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Malva branca
(Sida cordifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Malva branca
(Sida cordifolia)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Malva branca
(Sida cordifolia)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Malva branca
(Sida cordifolia)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
300 a 400 g p.c. /ha (Solo médio) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
400 a 500 g p.c. /ha (Solo pesado) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pré-emergência da cultura, a aplicação deve ser até o estádio de "esporão" (cana-planta) ou início de perfilhamento (cana-soca)
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo
Trapoeraba
(Commelina benghalensis)
200 a 300 g p.c. /ha (Solo leve) 200 a 600 L de calda/ha 30 a 40 L de calda/ha (aéreo) Realizar uma aplicação. 150 dias. Aplicar na pós-emergência da cultura. Recomenda-se que as plantas infestantes devam estar em pleno desenvolvimento vegetativo

Precauções quanto a Saúde Humana

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

Precauções quanto ao Meio Ambiente

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento da população de plantas infestantes resistentes a produtos com este mecanismo de ação. Como prática de manejo de resistência de plantas espontâneas, deverão ser aplicados, alternadamente, herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Os herbicidas deverão estar registrados para a cultura. Não havendo produtos alternativos, recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos consulte um Engenheiro Agrônomo.