Agronegócio

Imposto Territorial Rural (ITR)

Por: Cilotér Borges Iribarrem
14806 acessos

Estamos em setembro, mês da declaração do ITR, e temos certeza de que muitos produtores não estão tendo nenhuma preocupação com a forma que a declaração está sendo preenchida.

A declaração de ITR é um dos documentos mais importantes para o bom gerenciamento de uma propriedade rural.

O produtor não pode pensar no ITR só como uma forma de pagar imposto, mas fundamentalmente nas conseqüências que terão as informações prestadas na declaração.

As informações prestadas na declaração do ITR influenciam nos seguintes pontos:

*         Pagamento do ITR;

*         Valor da terra nua para contratos de arrendamento;

*        Incidência do Imposto de Renda (Ganho de Capital) para todos os imóveis rurais adquiridos por compra ou recebidos por herança a partir de 1997, em operações realizadas entre 01 de janeiro e 30 de setembro de cada ano;

*         Desapropriação de imóveis rurais pelo INCRA.

Outro ponto importante a ser levado em consideração pelos produtores é o fracionamento das áreas das propriedades para ter uma quantidade maior de números de ITR's e CCIR's, o que facilita a tomada de crédito.

Produtor, declare seu ITR com cuidado, procure orientação de pessoas especializadas no assunto.

Uma correta declaração de ITR, ajudará muito o produtor no planejamento para diminuição de impostos e na obtenção de mais crédito.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink