PLANTAR, CRIAR e CONTROLAR. ESTA É A LEI, PARA OS PRODUTORES RURAIS.


PLANTAR, CRIAR e CONTROLAR. ESTA É A LEI, PARA OS PRODUTORES RURAIS.

Por:
760 acessos

PLANTAR, CRIAR e CONTROLAR.  ESTA É A LEI, PARA OS PRODUTORES RURAIS.

O maior desafio do produtor rural brasileiro não é produzir alimentos. Mas, sim, manter a estabilidade econômica e financeira de sua propriedade rural.

Se envolver com os processos produtivos é o que o produtor rural mais gosta de fazer, pois, certamente deve ser muito prazeroso para esta nobre atividade se envolver com a produção de alimentos.

Todavia, muitos são os fatores incontroláveis, na exploração do negócio rural, que muitas vezes desorientam e deixam nervosos os produtores rurais, tais como: clima, mercado, créditos, preços dos insumos agropecuários, mão de obra, etc.

Contudo, há que tomar as rédeas do negócio através de alguns sistemas simples de controles que lhe permitam conhecer melhor os seus resultados e então promover e garantir a estabilidade econômica e financeira do negócio.

Sabemos, e é verdade, que nem todos os produtores rurais gostam e são afeitos à controles gerenciais, assim como se dedicam aos processos produtivos como citei anteriormente, e por isso deixam de fazê-los ou transferem para terceiros (escritórios) que, normalmente, não lhes entregam informações gerenciais para auxiliarem nas tomadas de decisões. O máximo que conseguem é gerar informações para atender ao fisco (imposto de renda). Só isso não serve.

Desta forma, mesmo que sejam o próprio produtor, membros da família ou terceirizados (escritórios contábeis) que tenham a responsabilidade de fazer os controles da empresa rural, alguns indicadores são essenciais para que o gestor tenha conhecimento do negócio e manter ou alinhar a sua propriedade rural com estabilidade econômica e financeira.

Refiro-me aos seguintes grupos de indicadores: INDICADORES OPERACIONAIS e INDICADORES PATRIMONIAIS.

Os indicadores operacionais medem a sustentabilidade (econômica) das atividades e do negócio.

  • Lucratividade é o indicador que mede o quanto cada uma das atividades exploradas na propriedade gera de lucro.  
  • Rentabilidade é o indicador que mede o quanto cada uma das atividades exploradas na propriedade remuneram o capital investido.

Para chegar a tais indicadores é necessário que haja alguns processos de controles gerenciais (registros de receitas e despesas e capital investido nas atividades) para elaborar o chamado demonstrativo de resultados para cada uma das atividades exploradas. Com este documento o DRE, é possível fazer a seguinte análise:

  • Qual a Margem Bruta das atividades? Margem bruta é o valor bruto da produção menos o valor gasto com insumos e despesas diretas (custos variáveis) da atividade.
  • A Margem Bruta consegue pagar os Custos Fixos (despesas gerais e indiretas) da atividade?
  • Lucro Líquido. Quais custos impactam mais no resultado (Lucro) Variáveis ou Fixos?
  • Ponto de Equilíbrio. Quanto é necessário produzir e vender ao preço médio do mercado para cobrir todos os custos?

Os indicadores patrimoniais medem a solidez do empreendimento. É possível identificar pontos fortes e pontos fracos na estrutura patrimonial de sua propriedade rural.

  • Capital de Giro
  • Índices de Liquidez (Corrente e Geral)
  • Grau de Endividamento
  • Grau de Imobilização
  • Evolução do Patrimônio Líquido

Para chegar a tais indicadores é necessário a elaboração de um levantamento patrimonial (Bens, direitos e obrigações) para organizar num Balanço Patrimonial. Com este documento, é possível fazer a seguinte análise:

  • O Capital de Giro é suficiente para cobrir os custos da propriedade até a geração da próxima renda (safra)?
  • Os índices de liquidez (corrente e geral) indicam capacidade de pagamento das dívidas de Curto e de Longo Prazos?
  • A composição do endividamento (Curto e Longo Prazo) é compatível com o Capital Circulante?
  • A imobilização do Capital investido é compatível com a produção?
  • O Patrimônio Líquido tem crescido ao longo dos anos?

Ao analisar os indicadores Operacionais e Patrimoniais, em conjunto, é possível saber o quanto anda sua propriedade rural em termos de sustentabilidade econômica e o quanto o negócio está sólido.

Portanto, não é apenas produzir e cada vez tentar produzir mais, sem a respectiva análise dos resultados, há que conhecê-los para tomada de decisões mais assertivas ao negócio rural.

Sabemos que os produtores e gestores de propriedades rurais não dispõem de formação e conhecimento suficientes para elaborar um sistema de informações que lhe proporcionem clareza sobre os indicadores citados acima.

Desta forma, assim como se contrata orientação agronômica, zootécnica e veterinária para os processos produtivos, deve-se buscar a orientação de profissionais (economistas, administradores e contadores) capacitados para auxiliá-los na análise dos indicadores de gestão.  


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink