Milho internacional: mercado segue recuando
CI
COTAÇÕES

Milho internacional: mercado segue recuando

"No Brasil, uma oferta solitária para janeiro foi vista em 162 c/bu"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, o mercado internacional do milho segue com preços recuando em todas as posições. “No mercado físico desta quinta-feira, os negócios permaneceram em grande parte ausentes para a nova safra e embarque em quase um mês, mas novas ofertas para dezembro foram vistas em 153 c/bu sobre os futuros de dezembro com ofertas de 2 c/bu para 158 c/bu. E para a nova safra, as ofertas foram estáveis em 115 c/bu sobre os futuros de maio para envio de março, mas com lances de 2 c/bu mais altos para 110 c/bu”, comenta.

“No Brasil, uma oferta solitária para janeiro foi vista em 162 c/bu sobre os futuros de março, mas o interesse de venda estava longe de ser vista, com novas ofertas de safra para julho subindo 5  c/bu para 90 c/bu em relação aos futuros de julho com lances atrelados a 5 c/bu abaixo disso. Nos EUA,as ofertas na PNW para março caíram de 10 c/bu para 145 c/bu sobre os futuros de março”, indica.

Mas no Golfo, a curva até março permaneceu estável, enquanto as ofertas para abril e maio caíram 6 c/bu para 84 c/bu e 82 c/bu sobre os futuros de maio, respectivamente, à medida  que o hub buscava competir com as origens da América do Sul. “Os preços no mercado de milho da Ucrânia mostraram sinais de leve flexibilização na quinta-feira, com uma oferta  para dezembro carregando cargas subindo para US$ 235 /t  FOB HIPP, e uma negociação  ouvida assinada em US$  233,50  /t  FOB HIPP para a segunda metade de dezembro de carregamento”, completa.

“Isso veio depois que pelo menos uma negociação foi relatada na quarta-feira em US $ 232,50 /t FOB Mykolaiv para carregamento spot. Enquanto isso, as ofertas para a próxima safra de milho, carregando outubro-dezembro foram ouvidas em torno de um prêmio de 99-100 centavos sobre o contrato de dezembro de 2021, enquanto as licitações foram em torno de 87-90 centavos de prêmio”, conclui.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink