OVOS/CEPEA: Maior oferta e menor consumo pressionam cotações

Ovos

OVOS/CEPEA: Maior oferta e menor consumo pressionam cotações

Após a União Europeia descredenciar 20 unidades frigoríficas brasileiras autorizadas a exportar carne de frango para os países do bloco
Por:
1 acessos

Após a União Europeia descredenciar 20 unidades frigoríficas brasileiras autorizadas a exportar carne de frango para os países do bloco, as empresas embargadas vêm tentando reprogramar a produção de cortes e processados, afetando a avicultura de postura.

Com a interrupção do abate em muitas indústrias, de acordo com informações do Cepea, os ovos férteis que seriam alocados à produção de pintainhos de corte têm sido ofertados no mercado de ovos comerciais, aumentando a disponibilidade do produto e pressionando as cotações. Conforme colaboradores do Cepea, esse cenário vem sendo agravado pelo menor consumo de ovos, visto que os preços das carnes suína e de frango também estão em baixos patamares no Brasil, elevando a concorrência entre as proteínas. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink