“Briga” move mercado de trigo
CI
Imagem: Marcel Oliveira
CEREAIS

“Briga” move mercado de trigo

Em Santa Catarina, a briga também se dá de olho no produtor
Por: -Leonardo Gottems

O estado do Rio Grande do Sul já colheu 9% ou 201 mil toneladas, com boa qualidade e tem briga boa pela entrega do produtor, afirmou a TF Agroeconômica. “Os preços médios dos negócios conhecidos, giraram entre R$ 1.200,00 e R$1.230,00 FOB, alta de 64,38% em relação aos R$ 730,00 que estavam na mesma semana do ano passado, mas a grande disputa está se dando junto ao produtor, onde cooperativas e cerealistas brigam pela sua preferência”, comenta. 

Em Santa Catarina, a briga também se dá de olho no produtor. “Os preços que estão sendo oferecidos aos agricultores no estado giram ao redor de R$ 60,00/saca (R$ 1.000,00/t) em Campos Novos, Concórdia, Joaçaba e Mafra. Em Chapecó R$ 58,00 (R$ 967,00/t) e em Xanxerê R$ 54,50 (R$ 908,50/t) e em Pinhalzinho R$ 67,00/saca (R$ 1.116,89/t)”, completa. 

No Paraná, o mercado continua firme, quais nos níveis finais da safra velha. “Ofertas na região de Campos Gerais de trigo pão a R$1.300/t no FOB. No Oeste do PR e Sudoeste do PR ofertas também a R$ 1.300/t. Negócios nos níveis de R$ 1.270/t. e até a R$ 1.300/t. No Norte do PR ofertas a R$1.250/t. com negócios reportado a R$ 1.230/t e R$ 1.250/t, sem indicação de volumes.  Seguindo a tendência de milho e soja negócios entre R$ 1.200 a 1.250.00/FOB, com compradores no mercado no final do período e vendedores ausentes”, informa. 

Os preços finais do trigo argentino posto nos moinhos do Sul do Brasil fecharam em alta nesta terça-feira nos valores CIF. “Nos moinhos do Rio Grande do Sul e do Paraná, por via marítima (portos de Rio Grande e Paranaguá), atingirem cerca de R$ 1.567,49 (1.552,80) em Outubro, R$ 1.551,40 (1.539,29)  em  novembro”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink