22 de maio - Dia do Apicultor

Agronegócio

22 de maio - Dia do Apicultor

Data é comemorada com aumento da produção e da exportação
Por: -Joana
7271 acessos
Data escolhida por ser dia da Santa Rita de Cássia, padroeira dos apicultores, no dia 22 de maio é comemorado no Brasil o Dia do Apicultor. Produto que tem crescido em produção e exportação, o mel é hoje responsável por uma cadeia produtiva diversificada que envolve todo país. Com mais de 350 mil apicultores, além de 450 mil ocupações no campo e 16 mil empregos diretos no setor industrial, a apicultura vem crescendo dentro e fora do Brasil.


Segundo a Confederação Brasileira de Apicultura (CBA), a produção apícola nacional triplicou nos últimos anos, chegando a 50 mil toneladas anuais, com uma perspectiva de no futuro produzir até 200 mil toneladas. Já dados do Sebrae indicam que no mês de abril deste ano as exportações aumentaram 34,7% em valor e 21,7% em peso em comparação ao ano passado.

Com um mel considerado de alta qualidade, a potencialidade do Brasil é grande. “Nossas abelhas são rústicas, dispensam o uso de antibióticos e fungicidas, e o nosso mel é livre de resíduos”, comenta José Cunha, presidente da CBA, explicando que isso agrega valor e qualidade ao produto.


Conforme Cunha, um dos desafios do setor é colocar o produto direto ao consumidor e aumentar o consumo per capita. Com a campanha nacional Meu Dia Pede Mel e a Semana Nacional do Mel, que aconteceu de 14 a 22 de maio em diversos municípios, foram feitas diversas ações de incentivo ao consumo e comércio direto ao consumidor. Além de parcerias com Sebrae e Abemel em questões de boas práticas, empreendedorismo e exportação.

Uma das formas que alavancam o consumo é a inserção do mel na merenda escolar. Cunha diz que diversos municípios já acrescentaram este produto oriundo principalmente da agricultura familiar no cardápio das escolas. Além da aceitação entre os alunos, o presidente ainda ressalta um estudo da FAO que diz que uma alimentação saudável leva a uma melhoria no aprendizado no ambiente escolar.


Quanto a questão da rastreabilidade, Cunha diz que “não é obrigatória nem no mercado interno e nem no externo”. Entretanto, há um programa nacional de georeferenciamento que gera um cadastro nacional dos apicultores para o controle do produto. Através de associações e cooperativas com certificações, pode ser gerada rastreabilidade por variedades do produto.

Mensagem ao Dia do Apicultor
Ao final da entrevista, o presidente José Cunha deixou uma mensagem de motivação e incentivo aos apicultores, para que eles se qualifiquem e se capacitem para produzir mais e melhor. O mercado internacional é comprador e, apesar do câmbio desfavorável, o mel teve uma grande valorização em dólar. Desta forma, com uma pequena melhora, o câmbio incidirá em recursos maiores aos apicultores. “Grande abraço aos apicultores do Brasil. Grande expectativa que os consumidores tenham um produto de qualidade”, finaliza.



*Colaboração de Lucas do Amaral Morais

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink