Agricultura irrigada reduz temperaturas

DESCOBERTA

Agricultura irrigada reduz temperaturas

"A agricultura irrigada diminuiu as temperaturas máximas e aumentou as temperaturas mínimas"
Por: -Leonardo Gottems
211 acessos

Um estudo publicado na revista Global Change Biology descobriu que a agricultura irrigada tem a capacidade de resfriar significativamente o clima local em comparação com fazendas de sequeiro e florestas vizinhas. Um fato que, segundo a pesquisa, "pode mascarar a mudança climática em escala regional". 

De acordo com os resultados, a irrigação das lavouras permitiu reduzir as temperaturas máximas de 1,8 a 5,4 graus Celsius em média. Enquanto isso, as temperaturas mínimas foram reduzidas para 7,2 graus Celsius em comparação com as áreas de sequeiro vizinhas. "A agricultura irrigada diminuiu as temperaturas máximas e aumentou as temperaturas mínimas, reduzindo também a faixa de temperatura diurna (RTD) em uma média de 3 ° C", acrescentou o relatório. 

Por um lado, este fenômeno deve-se, como os especialistas indicaram, ao fato de que a água usada na irrigação é resfriada através das folhas das culturas, aumentando o teor de água no ar e resfriando a atmosfera. Um efeito semelhante ao causado pelas pessoas quando elas suam. Por outro lado, ocorre porque os pisos úmidos, por serem mais escuros, ajudam a absorver mais luz, o que lhes permite aquecer a atmosfera à noite. 

Para Mallika Nocco, autora da pesquisa e que completou recentemente seu doutorado no Instituto de Estudos Ambientais da Universidade de Wisconsin-Madison, as consequências dessas mudanças refletiram-se no crescimento das plantas, a pressão das pragas. e, até mesmo, na saúde humana. No entanto, o resultado mais significativo teve que ser feito, segundo o especialista, com o fato de que o efeito de resfriamento pode mitigar ou compensar os efeitos da mudança climática nessas áreas. "Estamos descobrindo que as previsões do tempo podem estar incorretas se não levarem em conta esses usos da terra", disse Mallika Nocco. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink