Agrishow apresenta estação de campo com sinal via satélite

Agronegócio

Agrishow apresenta estação de campo com sinal via satélite

Novidade para o setor de irrigação foi desenvolvida pela Irriger, do grupo Valmont
Por:
227 acessos

As soluções que promovem a conectividade no campo estão em alta no mercado. Por isso, a edição deste ano da Agrishow, uma das principais feiras do agronegócio do país, realizada entre 29 de abril e 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP), contará com a apresentação de um produto inovador que colocará a tecnologia em destaque.

É o Field Station, a primeira estação de campo automatizada com sinal de satélite, desenvolvida pela Irriger, empresa de gerenciamento de sistemas de irrigação do grupo Valmont.

O novo equipamento aproxima o produtor brasileiro ainda mais da irrigação conectada. A ferramenta monitora a umidade do solo e os volumes de chuva e de irrigação, coletando esses dados de forma automática e os transmitindo para a plataforma Irriger Connect.

“O foco da tecnologia é colocar os equipamentos em cooperação entre si, coletando e transmitindo dados de forma automática no campo. Até o lançamento deste produto, era necessária a inserção manual dessas informações no Irriger Connect, o que demandava tempo e abria possibilidades para erros na geração de relatórios”, explica o diretor executivo da Irriger, Hiran Moreira.

A consultora da Irriger, Aline Oliveira, acrescenta que o Field Station contribui para que a irrigação fique mais eficiente, levando à economia de energia. “A informação é mais precisa porque é coletada de forma automática. Isso permite que o produtor ajuste a frequência da irrigação na sua lavoura, de acordo com a necessidade. Além disso, ele tem uma visão mais clara do que está sendo executado pelo pivô. Além dos relatórios de consumo de água e energia detalhados, com a Field Station eles se tornam mais precisos.

O diferencial do Field Station não fica por aí. O equipamento funciona com base na comunicação por satélite, e não por GSM, como a maioria dos produtos semelhantes que estão disponíveis no mercado. Para Aline, é um detalhe que faz muita diferença: “a cobertura por satélite é praticamente global, o que significa que o produtor não sofre com a instabilidade do sinal, que acontece muitas vezes com outros equipamentos”, diz.

A Irriger também pensou na praticidade e na facilidade de acesso ao Field Station. Segundo o supervisor de Tecnologia da empresa, Tiago Lopes, qualquer cliente da Irriger pode adquirir a sua estação de campo, contribuindo para a democratização da tecnologia no campo.

“Qualquer produtor que faça uso do pivô central de irrigação pode adquirir o Field Station, independentemente do tamanho do equipamento e da fazenda. Ele foi desenhado especificamente para que todos os produtores possam utilizá-lo, eliminando a restrição do acesso”, conta Tiago.

O Field Station representa a concretização de um objetivo definido há muito tempo pela equipe da Irriger. Após um período de, aproximadamente, um ano e meio de desenvolvimento, o mercado finalmente poderá conhecer todas as vantagens oferecidas pela nova estação de campo, capaz de otimizar ainda mais o processo de irrigação por pivôs centrais Valley.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink