Agrotins terá programação variada para apicultores
CI
Agronegócio

Agrotins terá programação variada para apicultores

Evento divulgará meliponicultura
Por:
Curso de Manejo de Meliponário, Feira Estadual do Mel e Minicurso sobre Manejo de Apiário serão algumas das atrações da Agrotins – Feira de Tecnologia Agropecuária – de 2013 para os apicultores e interessados na área. Outra grande novidade para o evento, que irá ocorrer de 7 a 11 de maio, será o Bosque do Mel que terá 24 expositores, além de meliponário e apiário, instalados no local, para verificação e observação das colmeias.

Segundo a médica veterinária da Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Érika Jardim, a intenção é fornecer uma grande estrutura para os apicultores do Estado se capacitarem e melhorar ainda mais sua produção de mel. “Estão sendo organizadas várias caravanas de diversas regiões do Estado, e contamos com a participação dos apicultores”, disse.

Além disso, os agricultores interessados em aumentar sua renda, com a criação de abelhas poderão conhecer a apicultura (criação de abelhas com ferrão) e meliponicultura (criação de abelhas sem ferrão). “A meliponicultura ainda é pouco conhecida no Tocantins, mas muito valorizada em todo o mundo. Acredita-se no poder farmacêutico deste mel e o litro chega a custar até R$ 80, mesmo sem ser comprovado pela ciência”, explicou.
Venda

Produtos e insumos como caixas e embalagens também serão comercializados na Feira do Mel, abastecendo apicultores com todo o material próprio para o desenvolvimento da cultura. Para o público em geral, serão comercializados vários produtos, como mel, sabonete, spray bucal, shampoos, entre outros. Em 2012, os expositores venderam todo o material exposto, girando cerca de R$ 20 mil.
 
Dados

O Tocantins tem hoje 1.300 apicultores associados à Fetoapi – Federação Tocantinense de Apicultores e uma produção de mel de 250 toneladas, em 2011. Os dados de 2012, ainda não foram fechados.
 
O município com maior produção de mel é Nova Olinda, localizada na região Norte do Estado. A meta da Seagro para 2014 é a produção de mil toneladas, atingindo assim, sua plena potencialidade. Para fortalecer o setor, estão sendo construídos com recursos da Fundação Banco do Brasil quatro entrepostos; em Figueirópolis, Palmas, Colinas e Axixá, além de 10 casas de mel, todos os empreendimentos com selo de inspeção federal que habilita o comercio interestadual de mel.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.