Alagoas: agricultores com perdas devem fazer vistoria do Garantia-Safra

Agronegócio

Alagoas: agricultores com perdas devem fazer vistoria do Garantia-Safra

Prazo será estendido até o dia 28 de agosto
Por:
808 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

As prefeituras e agricultores dos municípios alagoanos que aderiram ao Garantia-Safra têm até o dia 28 de agosto para solicitar vistoria à Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).
 
O procedimento se faz necessário para aqueles que apresentarem indícios de perda média da safra igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) nas lavouras por conta de seca ou excesso de chuvas.
 
A iniciativa é padrão para solicitar formalmente à Secretaria de Agricultura Familiar, por meio do Sistema Garantia-Safra - Verificação de Perdas, a vistoria das lavouras de agricultores aderidos no plano e indicação do técnico vistoriador.
 
De acordo com o coordenador Estadual do Garantia Safra, José Antônio dos Santos, este prazo não será prorrogado. “Por isso é tão importante que os nossos parceiros que contribuem para o sucesso do Garantia-Safra em Alagoas não deixem de cumprir esta obrigação”, reforçou o coordenador.
 
O município que deixar de enviar os laudos perde a cobertura do programa. A adesão ao Garantia-Safra garante que em caso de perda de 50% ou mais da próxima plantação, provocada por seca ou excesso de chuvas, cada agricultor recebe um seguro no valor de R$ 850,00, divididos em cinco parcelas.
 
O Garantia-Safra está disponível para as culturas de arroz, algodão, feijão, mandioca e milho, desde que cultivadas em áreas que variem entre 0,6 e 10 hectares, sem irrigação, em municípios do Alto e Médio Sertão, Bacia Leiteira ou região Agreste.
 
“Este programa é um incentivo aos produtores e faz parte das ações que objetivem o desenvolvimento de políticas públicas a favor do homem do campo e esta é uma das grandes preocupações do governo do Estado”, ressaltou o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, José Marinho Júnior. Ele acrescenta que as prefeituras e pessoas envolvidas neste processo devem ficar atentas aos prazos e obrigações para não perder o direito pelo Garantia Safra.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink