ALFACE/CEPEA: rompimento de barragem ainda afeta produção em MG

Alface

ALFACE/CEPEA: rompimento de barragem ainda afeta produção em MG

Um mês após o rompimento da barragem em Brumadinho produtores de Mário Campos têm enfrentado problemas devido à falta de água
Por:
159 acessos

Um mês após o rompimento da barragem em Brumadinho (MG), produtores de Mário Campos, que fica a 25 km da área atingida pela lama, têm enfrentado problemas devido à falta de água. Os resíduos alcançaram diversos mananciais, dentre eles o Rio Paraopeba, que abastece grande parte das roças de alface. Além disso, há risco de contaminações do solo e da água, o que deve dificultar a produção nas cidades do entorno.

Nesse contexto, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as atividades foram paralisadas em muitas hortas e a oferta da folhosa diminuiu bastante na região, o que acabou redirecionando a demanda para o Rio de Janeiro. Os produtores da praça mineira consultados pelo Hortifruti/Cepea relatam que os prejuízos decorrentes da tragédia são grandes. A perspectiva futura é de que os preços permaneçam elevados, tendo em vista que os problemas não devem ser sanados rapidamente e considerando-se a redução da área destinada à alface.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink