América do Sul vive segunda pior seca desde 2002
CI
Imagem: Divulgação
CLIMA

América do Sul vive segunda pior seca desde 2002

O cálculo é baseado na extensão, duração e volume de água perdida durante a seca
Por: -Eliza Maliszewski

A Agência Espacial Norte-Americana (NASA) divulgou que a estiagem que países da América Latina estão passando é a segunda maior desde 2002. As observações feitas por satélite mostram que os indícios de seca começaram a aparecer em 208 no sudeste brasileiro e se espalharam por partes do Paraguai, Bolívia e norte do Brasil, chegando até a Argentina em 2020.

O cálculo é baseado na extensão, duração e volume de água perdida durante a seca e a estiagem só perde para a que aconteceu em 2015-2016 no leste do Brasil e na Venezuela. O longo período de seca no continente tem conseqüências como grandes áreas afetadas por incêndios generalizados e intensos. Em geral, as safras de milho de inverno tiveram baixos rendimentos e a chegada tardia das chuvas da primavera atrasou novos plantios de soja.

Em vários rios a falta de água teve consequências para o transporte e vários navios acabaram encalhados. O rio Paraguai registrou seu nível mais baixo em meio século, o transporte de cargas foi atrasado ou reduzido a cargas menores, causando a perda de milhões de dólares no comércio. Especialistas dizem que, se o nível da água continuar a cair, o transporte pode parar.

A agência ainda explica que as secas são anunciadas por mudanças de temperatura da superfície do mar. Na América do Sul extratropical, as baixas temperaturas da superfície do mar no Pacífico Tropical estão mais intimamente associadas às secas. O Índice de Niño Oceânico (ONI), uma medida das temperaturas da superfície do mar no Pacífico Equatorial Central e Oriental, caiu abaixo do normal em maio.

A NOAA declarou oficialmente o La Niña em 10 de Setembro de 2020. O La Niña geralmente traz condições mais úmidas para o norte da América do Sul, mas um clima mais seco para a parte sul do continente. Os meteorologistas esperam que o La Niña seja de intensidade moderada e persista até pelo menos o final da estação chuvosa.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink