Ampasul alerta para aumento da ramulária na produção de algodão no MS
CI
Agronegócio

Ampasul alerta para aumento da ramulária na produção de algodão no MS

Produtores aumentaram aplicações de fungicidas para controlar praga

Apesar da ausência de precipitações nas últimas semanas, o algodão safrinha apresenta bom  desenvolvimento de estruturas reprodutivas no Mato Grosso do Sul. Entretanto a mancha de ramulária tem aumentado significativamente nos últimos dias, em algumas propriedades já realizaram seis ou mais aplicações de fungicidas específicos para o controle da doença, segundo a Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (Ampasul).

Outros pontos que devem ser observados são os índices de pragas como mosca branca, pulgão e ácaros que aumentam a cada dia que passa, podendo melar as fibras ou transmitir virose tardia, no caso do pulgão.

A Ampasul recomenda os cotonicultores no Mato Grosso do Sul a monitorarem também o ataque de lagartas, mesmo em áreas com algodão transgênico, resistente à praga. O pulgão e a ramulária igualmente preocupam e merecem atenção do produtor.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink