Análise do babaçu em Imperatriz atualiza custos da extração

Custos de extração

Análise do babaçu em Imperatriz atualiza custos da extração

Técnicos da Conab estão na cidade de Imperatriz nesta quarta-feira (14) reunido com extrativistas e representantes da cadeia produtiva do babaçu
Por:
165 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Para saber quanto custa a produção do babaçu, técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), estão na cidade de Imperatriz nesta quarta-feira (14) reunido com extrativistas e representantes da cadeia produtiva do babaçu. Durante a reunião, serão conferidos dados como o uso de insumos, mão de obra utilizada e demais investimentos para a cultura, com o objetivo de definir os parâmetros de preços ao longo do ciclo extrativo do produto.

As informações levantadas servirão para subsidiar a elaboração dos preços utilizados pelo governo federal na execução de programas e políticas de apoio ao produtor. Neste caso, serão aplicadas na Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio), que garante a subvenção dos produtos extrativos quando eles são vendidos abaixo do preço mínimo estabelecido.

A última vez que a Conab atualizou o custo de produção de babaçu no estado foi entre os dias 17 e 21 de setembro, nos municípios de Zé Doca, Santa Luzia do Tide, Santa Inês, Codó e Vargem Grande. Na ocasião, também foi atualizado o custo da mandioca. O estudo é feito mensalmente no estado para a produção de arroz, milho e soja.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink