Análise genética orienta manejos mais eficientes e sustentáveis para o solo
CI
Imagem: Divulgação
DIA MUNDIAL DO SOLO

Análise genética orienta manejos mais eficientes e sustentáveis para o solo

No Dia Mundial do Solo, tema indica importância do aumento da produtividade
Por:

O Dia Mundial do Solo 2021, comemorado em 5 de dezembro, tem o tema “Parar a salinização do solo, para aumentar a sua produtividade”. A campanha visa aumentar a conscientização sobre a importância de se manter os ecossistemas saudáveis e o bem-estar humano, abordando os crescentes desafios no manejo do solo. Nesse sentido, a análise genética do solo é uma importante ferramenta para melhorar essa realidade.

Em recente análise genética feita na Vinícola Chandon, em Garibaldi (RS), realizada em parceria com o consultor Leonardo Cury da Silva, ficou constatado o sucesso do chamado manejo sustentável dos solos cultivados com uva. “Com a tecnologia da Biome4all, a Agri-Analysis, conseguimos mostrar que o manejo que estamos utilizando há três anos, sem o uso de herbicidas químicos na linha de plantio, tem sido essencial para manter as bactérias benéficas no solo, o que tem refletido em melhor produtividade e qualidade dos frutos”, explica Silva.

Além disso, foram analisados também os campos nativos da propriedade, que preservam a vegetação original da região, e verificado que a microbiota deste solo é muito mais rica do que onde as videiras são plantadas há mais de 10 anos.

A Agri-Analysis analisa o DNA de bactérias e fungos presentes no solo, e a partir desta informação, é possível estabelecer parâmetros de qualidade e seus efeitos na produtividade e no equilíbrio do sistema agrícola. Trata-se de uma ferramenta inovadora para a análise de dados de sequenciamento de DNA de microbiomas que podem auxiliar o produtor ou empresas na tomada de decisão no campo.

Segundo Marcus Adonai Castro da Silva, co-fundador da Biome4all, a ferramenta consiste em identificar genes presentes nestes micro-organismos e localizar as funções importantes associadas à produtividade. “Com esses dados, são avaliados mais de 9.000 genes funcionais de relevância, gerando um perfil genético da comunidade do solo. Essa informação é comparada com um banco de dados de micro-organismos do solo associados à cultura-alvo, evidenciando de forma ranqueada se a comunidade da sua amostra tem pouco ou muito para aquele determinado conjunto de genes de relevância”, explica.

Por meio da ferramenta, é possível também comparar a comunidade presente em áreas sob diferentes condições de cultivo ou do emprego de variados insumos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.