Ao contrário do Brasil, soja tem alta em Chicago
CI
Imagem: Nadia Borges
PREÇOS

Ao contrário do Brasil, soja tem alta em Chicago

“Os futuros de soja em Chicago continuaram o ímpeto da última sexta-feira"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, a soja subiu na Bolsa de Chicago, motivada pelo clima incerto e importações brasileiras. “O clima muda na América do Sul, mas continua a impor incertezas. Algumas regiões do Brasil e da Argentina não se beneficiaram e permaneceram em condições de seca. Por sua vez, no Brasil, espera-se que as importações aumentem para suprir a demanda interna”, comenta. 

“Os futuros de soja em Chicago continuaram o ímpeto da última sexta-feira, subindo ligeiramente nesta segunda-feira para tocar o nível mais alto em mais de uma semana, em meio a preocupações com o tempo seco na América do Sul, um dólar mais fraco e algumas ações técnicas de compra”, completa. 

O contrato de janeiro da CBOT abriu em alta de US$ 11,64/bu, e atingiu uma alta intradiária de US $ 11,73/bu antes de recuar para uma baixa de US $ 11,61/bu. “Analistas esperam que a seca contínua no Brasil possa reduzir potencialmente a estimativa de produção 2020/21 para 128 milhões de toneladas, 5 milhões de toneladas abaixo da última estimativa do USDA no Ano de dezembro. No entanto, a Abiove manteve a expectativa de produção brasileira em 132,6 milhões de toneladas. O progresso do plantio de soja no país sul-americano completou 95% desde a última quinta-feira, segundo uma consultoria local”, indica. 

“Em termos de inspeções semanais de exportação, os EUA liberaram um total de 2,37 milhões de t para as exportações na semana passada, uma queda de mais de 8% em relação à semana anterior, de acordo com dados do USDA na segunda-feira. Apesar da queda, o volume ainda superou as expectativas dos analistas entre 2,05 e 2,3 milhões de t. A China ainda foi o maior destino das exportações, com 1,55 milhão de t de volume na semana passada, seguida pelo Paquistão (136.385 t), Egito (103.812 t) e México (102.962 t)”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink