Aprosoja pede revisão de preço mínimo do Pepro

Agronegócio

Aprosoja pede revisão de preço mínimo do Pepro

A Aprosoja pediu para que sejam revistos os valores de riscos de base devido às despesas dos produtores
Por: -Redação
1 acessos

A Associação dos Produtores de Soja do Estado de Mato Grosso (Aprosoja) protocolou, na última quinta-feira (04-01), proposta de alteração nas regras do Prêmio de Equalização Pago ao Produtor de Soja (Pepro). O documento foi encaminhado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A entidade pediu que alterações ocorram antes que aconteçam novos pregões.

Pelo presente edital, os produtores correm o risco de serem penalizados com o não recebimento do prêmio caso ocorra uma redução nas cotações do preço da soja em real. Isso pode ocorrer porque é exigido que o produtor realize a venda de produto emitindo no fiscal, no mínimo, pela diferença entre o valor de referência e o valor do prêmio equalizador. A Aprosoja também pediu para que sejam revistos os valores de riscos de base devido às despesas que os produtores têm com frete, impostos, despesas portuárias e comissões.

Os leilões de soja serão retomados nessa semana. Além do leilão do dia 9, estão programados outros três pregões de soja no mês: nos dias 16, 23 e 30 de janeiro.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink