Aprovado na Argentina 1º trigo transgênico do mundo
CI
Imagem: Paulo kurtz/ Embrapa
TECNOLOGIA HB4

Aprovado na Argentina 1º trigo transgênico do mundo

Comercialização do trigo HB4 na Argentina está condicionada à aprovação para importação pelo Brasil
Por: -Leonardo Gottems

Foi anunciada essa semana na Argentina a liberação do primeiro trigo transgênico do mundo. A tecnologia HB4, desenvolvida pela Bioceres, recebeu a aprovação regulatória do Ministério da Agricultura da Argentina e possui tolerância à seca.

O grupo de pesquisa da Dra. Raquel Chan, da Conicet (Universidad Nacional del Litoral), foi responsável pela descoberta, em parceria com a empresa. As variedades de trigo HB4 são desenvolvidas pela Trigall Genetics, uma joint-venture entre a Bioceres e a Florimond Desprez da França, uma das empresas líderes mundiais em genética de trigo.

Além de trigo, a tecnologia HB4 também foi liberada pelas autoridades reguladoras argentinas para soja. Essa modificação genética já foi liberada nos países com maior produção mundial da cultura, incluindo Argentina, Estados Unidos, Brasil e Paraguai. A comercialização do trigo HB4 na Argentina está condicionada à aprovação para importação pelo Brasil - responsável por comprar cerca de 85% da produção do país vizinho.

De acordo com a fabricante, em lotes de produção e testes de campo realizados nos últimos 10 anos, as variedades de trigo HB4 mostraram melhorias de rendimento de uma média de 20 por cento em situações de seca. A incidência desse fenômeno tem aumentado em frequência no contexto das mudanças climáticas globais, afetando cada vez mais a estabilidade dos ecossistemas agrícolas.

A Bioceres foi fundada em dezembro de 2001 em Rosário, Argentina, por produtores agrícolas e hoje possui mais de 300 acionistas, incluindo ainda produtores agrícolas, cooperativas, grupos agroindustriais e outros atores do setor científico e financeiro. É a acionista majoritária da Bioceres Crops Solutions Corp – a primeira empresa latino-americana de biotecnologia para a agricultura a ser listada na Bolsa de Valores de Nova York.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink