Archer Consulting e Top Hint Solutions lançam solução em tecnologia
CI
Agronegócio

Archer Consulting e Top Hint Solutions lançam solução em tecnologia

Tecnologia em gestão de risco aumenta eficácia de negociações do setor sucroalcooleiro
Por:
A THS-Sugar é a versão para o mercado sucroenergético
 
O THS-Sugar é a mais nova ferramenta gerencial para o uso na gestão de risco do agronegócio. Desenvolvido a partir da parceria entre a Archer Consulting - empresa especializada em assessoria nos mercados de futuros, opções e derivativos para os mercados de commodities agrícolas - e a Top Hint Solutions - consultoria de soluções em tecnologia para o agronegócio -, o novo sistema foi implantado com grande sucesso pela Usina São João.
 
A ferramenta é um software completo com todas as informações de mercado concentradas em aplicativos simples de usar, em telas intuitivas que aportam os usuários do programa na sua rotina de operações financeiras e hegde, voltada para o mercado do agronegócio.
 
"Algumas empresas e operadores ainda trabalham com planilhas de excel e consultas simultâneas de informações de sites, agências, bolsas, broadcasts, webcasts, corretoras para unificar as informações e operar com hedge. Essa ferramenta é um mecanismo facilitador, que unifica todas aquelas infindáveis planilhas e informações de mercado em apenas um único programa", exemplifica Arnaldo Corrêa, gestor de riscos.
 
Resumidamente, o THS-Sugar é um aplicativo seguro que traz o retrato fiel dos mercados, dando um cenário atualizado online para que o profissional da área possa tomar suas decisões na operação diária de suas posições no negócio.
 
THS - Sugar: a solução de tecnologia
 
Embora esse tipo de ferramenta não seja uma novidade no setor do agronegócio, vale ressaltar que até o momento, esse mercado tecnológico era dividido em duas categorias: softwares altamente eficazes, porém que demandavam fortes investimentos por parte das empresas do setor; ou softwares de "prateleira" (como são conhecidos os programas prontos, que não atendem às necessidades específicas e peculiaridades de operações de cada empresa).
 
A ideia inicial da Archer Consulting e da Top Hint Solutions era não só de desenvolver um programa que pudesse atender justamente essas especificidades do mercado, dentro de uma realidade de investimentos compatíveis com os negócios dessas empresas, como também de proporcionar uma solução diferenciada em tecnologia que pudesse apoiar a tomada de decisão em um segmento complexo, como o de operações de hedge.
 
Com mais de 30 de experiência em gestão de riscos do profissional da Archer Consulting, somada ao conhecimento de tecnologia voltado para mercados financeiros da Top Hint, a solução THS-Sugar nasceu com esse diferencial.
 
"Essa parceria foi fundamental, pois se tínhamos know-how para desenvolvimento de soluções e ferramentas computacionais adequadas para a gestão de risco, com o conhecimento da Archer Consulting conseguimos apresentar ao mercado uma solução completamente nova e customizada ao negócio de cada empresa, de cada usuário", afirma Ricardo Braga, da Top Hint Solutions.
 
O conceito de exclusividade no desenvolvimento desta solução foi realmente levado ao ápice do projeto. "Trata-se de um produto pioneiro, pois cada módulo é discutido e desenvolvido em detalhes com o cliente - usuário -, atendendo não apenas os padrões de gestão de risco de mercado, mas também os procedimentos vigentes na empresa e na legislação atual", completa Braga.
 
Para exemplificar melhor a flexibilidade da ferramenta, segundo ele, o ponto principal nesta solução está nos módulos personalizados, como OTCs (operações de balcão), resumo de Hedge e tela de Board. "Se uma usina, por exemplo, opera 20 OTCs terá um módulo completamente diferente de uma trade que faz apenas NDFs. Cada empresa trabalha de forma diferente, portanto a tela de Hedge é diferente para cada cliente, com o objetivo de atender mais precisamente àquela necessidade específica", completa Braga.
 
Vale destacar, no entanto, que essa ferramenta foi desenhada pensando em todos os players de mercado. "Não é uma ferramenta apenas para usinas ou trades, mas para empresas do setor que precisam e fazem operações financeiras de hegde", lembra Arnaldo Corrêa.
 
Dentro de toda essa configuração diferenciada do THS-Sugar, Corrêa esclarece que essa solução é uma ferramenta exclusiva, que agrupa de forma ordenada e fidedigna todas as informações de mercado, além de números e operações realizadas pela própria empresa, necessárias para ajudar o profissional na tomada de decisão.
 
"É como o cockpit de um Fórmula1. Todos os comandos estão à disposição dos pilotos, com as informações da equipe de mecânicos, com toda a tecnologia organizada; mas será o piloto que vai comandar essa máquina e 'voar' na pista. É assim que vejo essa solução: todos os mecanismos de mercado, dados de operações da empresa em um único local (sistema), organizado de forma simples e ágil, pronta para o profissional", compara o gestor de riscos.
 
Neste primeiro momento, a versão da solução THS-Sugar foi desenvolvida para o setor sucroalcooleiro. Entretanto, até pelas similaridades dos mercados de commodities e suas operações de hedge e também pela própria versatilidade do software, sua aplicação é completamente viável para outros mercados, como café, soja, milho e demais commodities agrícolas.
 
Além disso, o sistema THS-Sugar já está um passo a frente seguindo as tendências do mercado de tecnologia. Dentro da atual solução, já estão disponíveis módulos para todos os contratos de futuros da BM&FBovespa. Em relação aos dispositivos móveis, a ferramenta oferece o Sugar Converter Mobile - dispositivo que roda em celulares android. Para a nova tecnologia de Cloud (nuvem), a ferramenta já possui tecnologia preparada para a plataforma Web, atendendo assim qualquer nível de exigência da área de TI (tecnologia da Informação) de uma empresa.
 
THS - Sugar: implantação na Usina São João
 
A implantação da solução THS-Sugar na Usina São João é apontada como um case de sucesso justamente por demonstrar toda essa flexibilidade da ferramenta diante das demandas da empresa.
 
De acordo com o consultor em tecnologia, o processo de implementação do THS-Sugar durou cinco meses, divididos em dois momentos.
 
Na primeira fase do projeto, que durou apenas dois meses, foi o momento real de implantação da solução, conhecer tecnicamente a informatização da empresa, estabelecer interfaces com os dados existentes na empresa que seriam transferidos para abastecer essa nova ferramenta, entre outros. Ao longo desse primeiro período foram também feitos os levantamentos das necessidades das rotinas dos profissionais, as demandas em gestão de riscos (operações, hedges, posições) e a familiarização dos profissionais usuários com a ferramenta.
 
A segunda fase constitui-se nas personalizações dos módulos, propriamente dita, para atender todas essas demandas da Usina São João, bem como os ajustes até chegar ao ideal. "Criamos um sistema que fosse o mais natural e intuitivo possível para os usuários, seguindo os padrões de gestão de risco atualmente aceitos pelo mercado", conta Braga.
 
De acordo com ele, o maior obstáculo encontrado pelas equipes envolvidas na implantação dessa solução referiu-se à complexidade dos cálculos envolvidos na gestão de risco do book de contratos futuros, opções e OTCs. "Por isso, um profissional da Top Hint foi responsável pela implantação dos cálculos e design da ferramenta e um profissional da Usina São João se dedicou à migração dos dados da ferramenta. A estrutura computacional disponibilizada também permitiu que esse processo fosse mais simples e direto", descreve.
 
Hoje, na Usina São João, a solução é executada localmente e captura dados de bolsas através de outros sistemas já existentes na empresa. Apesar de ser uma solução local, a comunicação com a Internet é fundamental para o funcionamento da plataforma.
 
Mas o sucesso desse projeto não se deu unicamente pela implantação do novo sistema. A percepção da empresa com vistas na modernização de sua área de operações e foco no crescimento foram primordiais para entender que a gestão de riscos é fundamental e que soluções tecnológicas como a THS-Sugar pode, de fato, apoiar as decisões de hedge nesses mercados.

"A Usina São João se destaca pela administração moderna. Isso faz toda a diferença, não só em um projeto pontual como este - de aquisição de uma ferramenta tecnológica para gestão de riscos -, mas para a indústria e para todo o setor. A postura inovadora da Maria Carolina (Maria Carolina Ometto Fontanari, diretora da Usina) contribuiu para essa visão da empresa", avalia Arnaldo Corrêa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink