Argentina desenvolve batata com gene de flor
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
ALTERNATIVA

Argentina desenvolve batata com gene de flor

“A batata é uma das culturas mais importantes do mundo"
Por: -Leonardo Gottems

Como a cultura requer muita água, é produzida em poucas áreas do país, mesmo sob irrigação. Depois de uma soja e trigo transgênicos tolerantes à seca desenvolvida por uma parceria público-privada, pesquisadores da Universidade de Buenos Aires e do CONICET obtiveram agora plantas que toleram a escassez de água no solo e que podem contribuir para aumentar a produtividade e a área cultivada.

Por meio da biotecnologia, um grupo de pesquisadores da Faculdade de Agronomia da Universidade de Buenos Aires (FAUBA) e do CONICET obtiveram plantas de batata que, além de produzir mais tubérculos, eles também toleram mais a falta de água. A nova genética permitiria melhorar os rendimentos em áreas tradicionais de produção e possibilitar o cultivo em novos ambientes. Os pesquisadores destacaram a importância da descoberta em um contexto de secas mais intensas e frequentes em decorrência das mudanças climáticas.

“A batata é uma das culturas mais importantes do mundo. Na Argentina, são produzidas anualmente 2,8 milhões de toneladas, destinadas principalmente à demanda interna, seja para consumo in natura, para abastecimento da indústria ou para produção de batata-semente. Por questões climáticas, o cultivo está concentrado em poucas áreas. Quase 50% é feito na cidade portenha de Balcarce e outra parte nas províncias de Mendoza e Córdoba”, explicou Gabriel Gómez Ocampo, professor da Cátedra de Fisiologia Vegetal da FAUBA e pesquisador do Instituto de Pesquisas Fisiológicas e Ecológicas. à Agricultura (IFEVA; UBA-CONICET).

Os resultados do trabalho recente do grupo, publicado na revista científica The Plant Journal, sugerem que essa nova genética também é mais tolerante a eventual restrição hídrica. Em condições de seca moderada, as linhagens transgênicas geradas por Gómez Ocampo e colaboradores produziram tubérculos 11% mais pesados que os das plantas 'normais'.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.