Argentina deve importar até trigo no ano que vem

Agronegócio

Argentina deve importar até trigo no ano que vem

Os produtores argentinos semeiam cerca de 2,9 milhões de hectares, a menor área em mais de um século
Por:
691 acessos

Financial Times

A Argentina, que se autoproclama a grande "cesta mundial de pães", encara a perspectiva de ter que importar trigo em 2010 por causa de perdas provocadas pela seca, da escassez de crédito e das políticas do governo.

Os produtores argentinos de trigo semeiam cerca de 2,9 milhões de hectares, 30% abaixo da safra passada (4,2 milhões de hectares), a menor área em mais de um século, conforme estimativas da Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

"A temporada de plantio começou mal", afirma Esteban Copati, analista da bolsa. Segundo ele, a projeção de área poderá diminuir ainda mais, também por problemas causados pela seca.

Além do clima, o novo declínio na área acontece depois de três anos de intervenções governamentais, com medidas restritivas às exportações. Daí porque representantes dos moinhos do país admitem a possibilidade de terem que importar a matéria-prima em 2009. "Ficarei surpreso se isso não acontecer", afirmou um executivo. "É uma ameaça real", disse outro. As fontes lembram que a crise global ajudou a piorar o quadro, já que a decorrente escassez de crédito inibe a aquisição de sementes e fertilizantes pelos agricultores.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink