Arroz que melhora fotossíntese produz mais

DESCOBERTA

Arroz que melhora fotossíntese produz mais

"A escassez de alimentos relacionada ao crescimento da população mundial será um problema sério que nosso planeta terá que enfrentar"
Por: -Leonardo Gottems
674 acessos

Uma nova abordagem de bioengenharia para aumentar a fotossíntese em plantas de arroz pode aumentar o rendimento de grãos em até 27%, de acordo com um estudo publicado em 10 de janeiro na revista Molecular Plant . A abordagem, chamada desvio de GOC, enriquece as células vegetais com CO2 que, de outro modo, seriam perdidas através de um processo metabólico chamado fotorrespiração. 

"A escassez de alimentos relacionada ao crescimento da população mundial será um problema sério que nosso planeta terá que enfrentar", disse o autor sênior do estudo, Xin-Xiang Peng, da Universidade Agrícola do Sul da China, em Guangzhou. "Nosso estudo pode ter um grande impacto sobre este problema aumentando significativamente o rendimento do arroz, especialmente para áreas com bastante luminosidade". 

De acordo com ele, a melhoria da bioengenharia do arroz, uma cultura de alimentos básicos em todo o mundo, tem alta importância prática, particularmente com a necessidade de aumento da produtividade das culturas devido ao crescimento da população mundial e à redução dos solos cultiváveis. Mas o aumento no rendimento do arroz e de várias outras culturas importantes tem sido escasso nos últimos anos e o rendimento das colheitas parece estar atingindo um teto de potencial máximo. 

No novo estudo, os pesquisadores desenvolveram uma estratégia para desviar o CO2 da fotorrespiração para a fotossíntese. Eles converteram uma molécula chamada glicolato, que é produzida via fotorrespiração, em CO2, usando três enzimas de arroz, o glicolato oxidase, oxalato oxidase e catalase. Para implantar o bypass GOC, que foi nomeado para as três enzimas, os pesquisadores introduziram genes que codificam as enzimas em cloroplastos de arroz, que são organelas onde a fotossíntese ocorre em células vegetais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink