CI

Ataque danifica instalação de grãos na Ucrânia

A Ucrânia é um grande exportador de trigo, milho, cevada e óleo de girassol


Foto: Claudio Neves/APPA

A infraestrutura de grãos perto do rio Danúbio foi danificada por um ataque de drone russo durante a noite, informou a Reuters , citando o governador regional de Odesa. Oleh Kiper disse que durante várias horas drones atacaram o distrito portuário de Izmail, que tem sido fundamental para a exportação de grãos ucranianos nos últimos meses. Embora a maioria dos drones tenha sido derrubada, alguns conseguiram passar, danificando um prédio de armazenamento, um elevador e caminhões, além de matar um motorista.

Os portos ucranianos do Danúbio tornaram-se um importante escoamento para as enormes exportações de cereais do país após a invasão russa e o subsequente bloqueio do Mar Negro desde que invadiu o seu vizinho em Fevereiro de 2022.

A Iniciativa Cereal do Mar Negro, mediada pelas Nações Unidas e pela Turquia, permitiu a exportação segura de cereais, mas a Rússia saiu do acordo em Julho e começou a atingir a infra-estrutura portuária do Danúbio com ondas de ataques de drones em Agosto e Setembro. O último ataque noturno foi o primeiro desde 21 de novembro.

A Ucrânia é um grande exportador de trigo, milho, cevada e óleo de girassol. As exportações de cereais da Ucrânia continuam a ficar significativamente aquém do ritmo registado há um ano, com 13,4 milhões de toneladas exportadas até agora, em comparação com 18,3 milhões de toneladas no ano passado, segundo dados do Ministério da Agricultura.

As autoridades ucranianas esperam uma colheita de 79 milhões de toneladas de cereais e sementes oleaginosas em 2023-24, com um excedente exportável de 50 milhões de toneladas.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.