Aviação agrícola tem primeira mulher no combate a incêndios
CI
Imagem: Arquivo Pessoal
MULHER NO AGRO

Aviação agrícola tem primeira mulher no combate a incêndios

A gaúcha Joelize Friedrichs concluiu o treinamento para operações contra chamas
Por: -Eliza Maliszewski

A gaúcha Joelize Franciele Friedrichs, 31 anos, tornou-se a primeira mulher piloto agrícola de combate a incêndios no Brasil. O treinamento para operações contra fogo em vegetação ocorreu na empresa onde ela trabalha (Aeroterra Aviação Agrícola), no oeste da Bahia. A expectativa é de que Joelize atue ainda na atual temporada de incêndios, que normalmente vai até setembro.

O treinamento teve uma parte teórica e outra prática. "Estou muito feliz por estar realizando um sonho meu e estar representando todas as mulheres do agro", disse Joelize.

Natural de Não-Me-Toque, ela é piloto agrícola desde 2012 e, no ano passado, se tornou a primeira mulher a dar instrução para outra mulher em curso de piloto agrícola no Brasil. Foi no Aeroclube de Carazinho, no norte do Rio Grande do Sul.  A gaúcha é também é uma das apenas 9 mulheres com licença válida de piloto agrícola no Brasil, segundo a Anac.

O Brasil aprovou em maio pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados a proposta do Senado que permite o uso da aviação agrícola no combate a incêndios florestais. A medida aguarda apreciação no plenário da casa. O PL 4629/2020, de autoria do senador Carlos Fávaro (PSD/MT), prevê que os planos de contingência para o combate aos incêndios florestais dos órgãos do Sisnama conterão diretrizes para o uso da aviação agrícola no combate a incêndios em campos ou florestas.

No ano passado a frota de aviões agrícolas no Brasil aumentou 3,16%, chegando a 2.352 unidades, de acordo com dados do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), sendo a segunda maior frota deste segmento no mundo. O Brasil fechou o ano de 2020 com o maior número de queimadas desde 2010, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Foram 222.798 focos de incêndio registrados, 12% a mais que os 197.632 registrados em 2019.

Conheça mais sobre o trabalho da Joelize no vídeo abaixo quando o Portal Agrolink acompanhou sua trajetória como instrutora.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.