Baixa oferta mantém preços do boi firmes

Imagem: Marcel Oliveira

EM FEVEREIRO

Baixa oferta mantém preços do boi firmes

Na média parcial de fevereiro (de 1º a 27), o Indicador foi de R$ 196,78, sendo 1,93% superior ao de janeiro
Por:
920 acessos

De acordo com levantamento do Cepea, os preços do boi gordo se mantiveram firmes ao longo de fevereiro, sustentados pela baixa oferta de animais para abate. No final do mês, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 esteve por volta dos R$ 200,00.

Na média parcial de fevereiro (de 1º a 27), o Indicador foi de R$ 196,78, sendo 1,93% superior ao de janeiro e quase 23% acima do de fevereiro de 2019, em termos reais (os valores foram deflacionados pelo IGP-DI).

Para a carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo, a carcaça casada registra média de R$ 13,77/kg (à vista) na parcial deste mês, com altas de 2,76% em relação à de janeiro e de 24% frente à de fevereiro do ano passado.

Diante disso, pesquisas do Cepea apontam que a diferença entre os preços da arroba bovina e da carne se ampliou, para 9,77 Reais/@, com vantagem para a carcaça casada negociada no atacado – os dados foram deflacionados. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink