Banco do Nordeste deve aplicar R$ 2,3 bilhões no Plano Safra 2014/2015
CI
Agronegócio

Banco do Nordeste deve aplicar R$ 2,3 bilhões no Plano Safra 2014/2015

Valor é 28% superior ao aplicado pelo banco no atual Plano Safra
Por:
O Banco do Nordeste investirá R$ 2,3 bilhões na agricultura familiar da região, no âmbito do Plano Safra 2014/2015, que compreende o período entre julho deste ano até junho de 2015.

O valor representa acréscimo de 28% em comparação ao aplicado pela Instituição no atual Plano Safra (R$ 1,8 bilhão). O volume total de recursos previsto pelo governo federal para todo o Brasil é de R$ 24,1 bilhões. 

A meta do Banco do Nordeste foi anunciada no evento de lançamento do Plano Safra 2014/2015 e do Plano Safra para o Semiárido, que aconteceu na segunda-feira (26), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). 

Na oportunidade, foram anunciadas as principais alterações dos normativos e políticas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o volume de recursos destinado ao segmento. 

O Plano Safra para o Semiárido prevê o montante de R$ 4,6 bilhões a serem investidos na área, ampliando o limite, por operação, de R$ 3,5 mil para R$ 4 mil e bônus de adimplência de 40% para municípios em situação de emergência. 

Na ocasião, a presidenta Dilma Rousseff destacou o avanço do Plano Safra, que ampliou o montante de recursos para os agricultores familiares e manteve as taxas de juros. A presidenta disse que o País está rompendo a armadilha da seca, ao mostrar que o semiárido pode ser sustentável e, assim, produzir alimentos para todos brasileiros.

O presidente do Banco do Nordeste, Nelson Antônio de Souza, disse que “o acréscimo no volume de recursos a ser aplicado pelo Banco representa o esforço do governo federal no sentido de atender o maior número de produtores possível na região, para o que a rede de agências do Banco está preparada a prestar atendimento de excelência”. 

Segundo o diretor de Desenvolvimento Sustentável do BNB, Stélio Gama, a agricultura familiar nordestina concentra metade dos produtores nacionais.

“O Banco do Nordeste responde por cerca de 60% do crédito rural no Nordeste, além do que a Instituição contrata em média duas mil operações de microcrédito por dia, no âmbito dos seus programas de microfinanças", ressaltou Gama. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink