Banco Mundial ajudará com US$ 500 mi no combate a gafanhotos

Imagem: Pixabay

PROBLEMA GLOBAL

Banco Mundial ajudará com US$ 500 mi no combate a gafanhotos

A situação atual pode ser definida como o “pior surto de gafanhotos"
Por: -Leonardo Gottems
329 acessos

O Banco Mundial aprovou na quinta-feira um volume recorde de US $ 500 milhões em financiamentos e subsídios de baixa taxa para combater o avanço de gafanhotos na África e no Oriente Médio. Holger Kray, principal autoridade do Banco Mundial, disse à Reuters que quatro dos países mais afetados (Djibuti, Etiópia, Quênia e Uganda) receberão US $ 160 milhões imediatamente. 

De acordo com ele, a situação atual pode ser definida como o “pior surto de gafanhotos que provavelmente já vimos em mais de uma geração". Além disso, ele observou que a nova pandemia de coronavírus está exacerbando a crise. No total, 23 países da África Oriental, Oriente Médio e Sul da Ásia são afetados pela praga. 

Nesse cenário, estima-se que a região mais afetada possa sofrer uma perda de US$ 8.500 milhões em danos à produção agrícola e pecuária no final do ano, sem medidas para reduzir as populações de gafanhotos e impedir sua propagação. Gafanhotos do deserto podem viajar até 150 km por dia e os enxames podem ter 250 km de largura, comendo seu próprio peso corporal na vegetação. 

"No Quênia, os gafanhotos arrasam a quantidade de comida consumida por todos os quenianos em dois dias em um dia", disse Kray. O novo programa do Banco Mundial visa ajudar os produtores a aplicar fertilizantes e sementes em novas culturas e também inclui transferências em dinheiro para pagar pela comida. 

Também serão financiados investimentos para fortalecer os sistemas de vigilância e alerta precoce, a fim de tornar a região mais resiliente a médio e longo prazo, indicou o responsável pelo Banco Mundial. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink