Barreiras/BA terá maior esmagadora de soja do Brasil

Agronegócio

Barreiras/BA terá maior esmagadora de soja do Brasil

Após dois anos, chinesa Chongqing Grain Group investe no município
Por:
10962 acessos
O município de Barreiras está prestes a marcar a história da economia brasileira com a implantação da maior indústria de processamento de soja do Brasil. A pedra fundamental do empreendimento será lançada no próximo domingo, 05, às 15 horas, na BR-020/km 30 (Próximo à EMAPE). Os empresários do Chongqing Grain Group, responsáveis pela indústria, estarão presentes no evento com o Secretário Estadual da Agricultura Eduardo Salles e a prefeita de Barreiras Jusmari Oliveira.


Após dois anos de trabalho, a chegada do grupo chinês a Barreiras é fruto dos esforços do Governo Cidade Mãe em gerar desenvolvimento econômico e empregos através da revitalização da atividade industrial.

Na manhã desta quarta-feira, 01, os empresários chineses visitaram a área onde será instalada a indústria e discutiram com a prefeita Jusmari Oliveira os passos para a implantação da unidade no município. “Com a parceria da prefeitura a gente vai trabalhar para acelerar a nossa implantação. Estamos satisfeitos com a receptividade da prefeita Jusmari e com a forma de trabalho sério que ela tem demonstrado. Isso nos chamou a atenção e agilizou o processo de instalação da nossa indústria em Barreiras”, comentou Lei Zhi Kui, vice-presidente da indústria.


Segundo a prefeita Jusmari Oliveira, o georreferenciamento da área está pronto e área será demarcada nos próximos dias. “Será um milhão de metros quadrados de área construída, cerca de 300 empregos diretos. Aqui teremos um grande complexo industriário de processamento de soja e produção de óleo, farelo e lecitina”, destacou a prefeita de Barreiras. Atualmente, o oeste baiano é destaque no país como maior produtor de soja, milho e algodão.


NÚMEROS DO INVESTIMENTO CHINÊS - A delegação chinesa do Chong Qing Grain Group anunciou no mês passado, durante um encontro com a prefeita Jusmari Oliveira, em Barreiras, o investimento de R$ 4 bilhões para implantação do pólo industrial no município, o qual incluirá a armazenagem de soja, processamento de grãos e refino do óleo, além de investir também no setor portuário da Bahia. O pólo terá capacidade inicial de armazenar 400 mil toneladas de grãos, beneficiar 1,5 milhão de toneladas de soja e refinar 300 mil toneladas de óleo. A estimativa é que inicialmente sejam gerados 300 empregos diretos, número que na fase final do projeto industrial deverá passar de mil. Já os empregos indiretos, podem chegar a 7 mil. A prefeitura de Barreiras vai doar uma área de 100 hectares para que a indústria chinesa seja construída.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink