BASF apóia UNICA nos “Desafio Mudanças Climáticas 2009” do Projeto AGORA

Agronegócio

BASF apóia UNICA nos “Desafio Mudanças Climáticas 2009” do Projeto AGORA

As inscrições estão abertas e objetivo é envolver mais de dois milhões de estudantes do ensino fundamental em escolas públicas de sete estados e do Distrito Federal
Por: -Janice
834 acessos

As mudanças climáticas e suas conseqüências para o planeta deixaram de ser pauta apenas de debates entre cientistas e vêm recebendo atenção de toda a sociedade. E, é claro, chegou às salas de aula. Para incentivar essa discussão foi lançado o “Desafio Mudanças Climáticas 2009”, uma iniciativa que visa conscientizar as novas gerações sobre o aquecimento global e seus impactos. As inscrições estão abertas e objetivo é envolver mais de dois milhões de estudantes do ensino fundamental em escolas públicas de sete estados e do Distrito Federal.

O “Desafio Mudanças Climáticas 2009” é uma das iniciativas do Projeto AGORA, do qual a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) e a BASF participam juntamente com outras empresas e entidades da cadeia produtiva da agroenergia. O projeto é realizado em parceria com a Editora Horizonte, responsável pela produção do material didático que será utilizado nas salas de aula até novembro, quando serão conhecidos os vencedores, e com apoio das Secretarias Estaduais de Educação dos Estados envolvidos.

Participam do “Desafio” alunos do 8º e 9º anos (antigas 7ª e 8ª séries) do ensino fundamental de escolas estaduais localizadas na Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. Na primeira etapa, alunos e professores são convidados a desenvolver um estudo interdisciplinar sobre o tema. Em seguida, será proposto aos estudantes produzir trabalhos que deverão responder à pergunta “O aquecimento global e a minha região – como fazer a diferença?”, utilizando fotos e textos explicativos, manuscritos, mostrando o papel de cada um para minimizar o impacto das mudanças climáticas.

Todas as escolas estaduais de cada Secretaria de Educação já estão recebendo os kits do projeto educacional, com materiais para uso nas salas de aula. Cada kit contém um DVD com três filmes relacionados ao aquecimento global, quatro cartazes e um caderno de orientação para os professores. A inscrição é gratuita e pode ser feita pelas escolas até 4 de setembro de 2009. Basta acessar o site www.desafiomudancasclimaticas.com.br.

O “Desafio” abrange mais de 12 mil escolas, envolvendo cerca de 2,3 milhões de alunos e 47 mil educadores. “Precisamos divulgar cada vez mais a importância da utilização de fontes renováveis. Neste sentido, o “Desafio” certamente atingirá muitas pessoas em várias comunidades e em diferentes regiões do País”, observa o presidente da UNICA e idealizador do Projeto AGORA, Marcos Jank. Ele enfatiza que na matriz energética brasileira, uma das mais limpas do mundo, 46% dos recursos são provenientes de fontes renováveis, enquanto em outros países, inclusive os mais avançados, esse percentual fica em torno de 8%.

Segundo o Gerente de cana-de-açúcar da BASF, Redson Vieira, o aquecimento do planeta é o maior desafio ambiental do século 21, para isso é crucial reduzir as emissões de gases que causam o efeito estufa. “Uma das alternativas que trará inúmeras vantagens é o uso do etanol combustível, que proporcionará uma redução nas emissões de CO2 pelos veículos, em comparação aos combustíveis fósseis, e a conseqüente redução do aquecimento global”, explica.

Redson Vieira lembra que o objetivo é que esses estudantes recebam informações sobre as causas do aquecimento global e o que é possível fazer para minimizar os impactos das mudanças climáticas e que a empresa apóia várias iniciativas neste sentido. “A BASF investe constantemente em ações de educação, conhecimento, sustentabilidade e meio ambiente, prova disso é a divulgação e distribuição da cartilha sobre etanol (Etanol – Uma atitude inteligente), em parceria com a Unica para seus colaboradores no Brasil e em vários países onde atua, como também o desenvolvimento do “Projeto Provar” em parceria com o IAC, que visa a redução no volume de água utilizada para a aplicação de defensivos agrícolas na cultura da cana-de-açúcar”, destaca.

O “Desafio Mudanças Climáticas” premiará escolas, professores e estudantes de todos os Estados participantes, em cerimônia a ser realizada no final de novembro, em São Paulo.

SOBRE O PROJETO AGORA

Lançado oficialmente durante o Ethanol Summit, em junho desse ano, o Projeto AGORA representa uma das maiores iniciativas institucionais já implantadas no Brasil, unindo empresas e entidades ligadas ao setor sucroenergético. O objetivo é unir forças em torno de um esforço unificado dedicado ao Marketing e à Comunicação em prol das energias renováveis geradas a partir da cana-de-açúcar e de outras matérias-primas agrícolas. Em constante expansão, o Projeto AGORA está aberto à participação de empresas e entidades ligadas à produção de agroenergias renováveis. Os membros fundadores são os sindicatos estaduais dos produtores de açúcar e etanol de Goiás, Minas Gerais, Paraíba e Paraná, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), e as empresas BASF, Dedini, Itaú-Unibanco holding, Monsanto, e SEW Eurodrive. As informações são da assessoria de imprensa da BASF.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink